Governo do Distrito Federal
2/01/23 às 9h40 - Atualizado em 2/01/23 às 9h40

Vicente Pires já não tem medo da chuva

O GDF investiu R$ 433 milhões em obras de infraestrutura para que a cidade não mais inundasse durante tempestades como as que castigaram o DF nesta semana

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Carolina Lobo

Os moradores de Vicente Pires já não sentem o medo que durante décadas vivenciavam quando fortes e prolongadas tempestades caiam na cidade. Nesta semana, por exemplo, as chuvas castigaram durante horas todo o território do Distrito Federal. Vicente Pires não escapou. Mas, ao contrário do acontecia antes, a cidade não ficou debaixo d’água.  Milagre? Não. Investimentos de mais de R$ 433 milhões em obras de infraestrutura que o Governo do Distrito Federal fez nos últimos quatros anos na cidade.

Morando há 23 anos em Vicente Pires, o porteiro Felipe Pereira, 34 anos, no início desta semana, pela primeira vez atravessou as ruas da quadra onde reside sem medo de enfrentar correntezas de água das chuvas.   “Antigamente, as vias enchiam de água, nem os ônibus conseguiam transitar por aqui;  Era um verdadeiro caos”, relembra.

As obras, avalia o morador, mudaram a vida dos 130 mil habitantes da região. “Quem vê Vicente Pires hoje, mal acredita no tanto que a cidade mudou nesses últimos quatro anos”, garante. “Moro na Rua 8, trabalho na Rua 6, ando de carro pela região todos os dias e posso afirmar que nunca mais vi uma pista alagada. As bocas de lobo funcionam bem, o asfalto é de boa qualidade… Melhorou 100%”.

Os investimentos na região

Ainda no início de 2019, durante fortes chuvas que caíram no DF, o governador Ibaneis Rocha criou um gabinete de crise em Vicente Pires para minimizar os problemas e buscar soluções definitivas para pôr fim ao alagamento das ruas da cidade. Entre 2019 e 2022, foram investidos R$ 272,4 milhões em obras de infraestrutura já concluídas, segundo a Secretaria de Obras. As obras em andamento contam com outros R$ 160,7 milhões em investimento.

As benfeitorias estão concluídas em oito dos 11 lotes que compõem a região administrativa

Já foram concluídas as obras na maioria dos lotes da região administrativa. Os lotes 1, 3, 4, 5, 6, 7, 9 e 10 receberam serviços que faltavam para conter os estragos das enxurradas e melhorar a vida dos moradores: drenagem, pavimentação asfáltica, meios-fios, calçadas de concreto e bocas de lobo. Nos lotes 5, 6 e 12, que ficavam alagados durante as chuvas, o sistema de drenagem também foi concluído. Já as obras dos lotes 2, 8 e 11 já chegaram a 90% de execução.

Segundo o secretário de Obras, Luciano Carvalho, o gabinete de crise instalado em Vicente Pires foi essencial para resolver os problemas. “Ficamos três meses alojados na região, atuando em serviços emergenciais para minimizar os transtornos causados pela chuva, e hoje vivemos uma nova realidade”, comemora.

“Não temos relatos de lama, alagamentos ou muros derrubados pela força da água, problemas até então recorrentes”, ressalta o gestor. “Sabemos que o desafio continua, e o nosso comprometimento para os próximos quatro anos é concluir toda infraestrutura da região.”

O administrador de Vicente Pires, Admilson Teixeira, lembra que toda a rede de drenagem já está conectada às cinco bacias de retenção que atendem a região. “A captação de águas pluviais está excelente, trouxe um enorme progresso para a cidade”, enfatiza. “As obras de infraestrutura foram um incentivo para que grandes empresas se estabelecessem aqui, gerando mais empregos para os moradores”. E tudo isso, agora sem medo de chuva.