Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
13/11/23 às 9h20 - Atualizado em 13/11/23 às 9h20

Viaduto do Itapoã/Paranoá terá pista superior liberada em primeira etapa

Abertura vai desafogar o trânsito na região para cerca de 30 mil motoristas; são R$ 33 milhões em recursos investidos na obra

Thaís Miranda, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

A primeira etapa do viaduto do Itapoã/Paranoá – que prevê a liberação das pistas superiores, de ligação da DF-250 com a DF-015 – está sendo priorizada no cronograma da obra. Esta fase da construção vai melhorar a trafegabilidade para Planaltina, Paranoá e Itapoã na direção do Lago Norte e do Varjão.

Com investimentos de R$ 33 milhões do Governo do Distrito Federal (GDF), o elevado vai beneficiar mais de 30 mil motoristas que circulam pela região todos os dias.

Trabalhos têm sido executados nas alças inferiores e na pavimentação na alça superior, para liberar o fluxo de veículos | Foto: Lúcio Bernardo Jr./Agência Brasília

As equipes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) trabalham simultaneamente em vários pontos do viaduto. De segunda a segunda, cerca de 100 homens contratados diretamente atuam tanto nas alças inferiores quanto na finalização da pavimentação na alça superior, para liberar o fluxo de veículos. A obra gera, ao todo, 200 empregos diretos e indiretos na construção da estrutura viária.

Arte: Agência Brasília

O presidente do DER, Fauzi Nacfur Júnior, informa que os trabalhos estão se desenvolvendo em várias etapas. “Estamos realizando os serviços de drenagem, com bacia de contenção, pavimentação em alguns trechos tanto em cima quanto embaixo do elevado, instalação de meios-fios e composição de taludes para evitar erosão”, explica.

Trânsito melhor

Seguindo os mesmos padrões de infraestrutura e qualidade das obras viárias já entregues à população pelo GDF, como o Túnel Rei Pelé e o Viaduto do Sudoeste, o elevado do Itapoã/Paranoá promete aliviar o trânsito onde antes havia um balão de entroncamento das rodovias DF-001 e DF-015. Com a nova estrutura viária, será possível acessar também a DF-250, que liga o Itapoã a Planaltina.

“A população do Itapoã e do Paranoá aumentou bastante, principalmente com o crescimento das duas cidades e com as entregas habitacionais na região; então, o balão que tinha aqui não estava suportando o fluxo de veículos”, pontua o administrador regional do Itapoã, Dilson Bulhões. “Ocasionava muito engarrafamento na rotatória. Mesmo com os desvios feitos atualmente, é possível observar uma fluidez melhor. A tendência é só melhorar.”

O vendedor Gerson Barros, 64, disse estar empolgado com cada fase da obra de construção do viaduto: “Eu passo aqui às vezes só para tirar um retrato”, conta. “Isso aqui é realmente uma obra de arte. Vai acabar com o engarrafamento, e o principal é que vai unir duas cidades importantes, Paranoá e Itapoã. Vai ser um sucesso total”.