Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/12/20 às 16h48 - Atualizado em 10/12/20 às 16h48

Varjão: mudança nos abrigos de ônibus da Avenida Principal

COMPARTILHAR

Equipes do GDF Presente apoiam administração na recolocação de cinco paradas

 

A previsão da Administração Regional do Varjão é que a mudança das paradas de ônibus seja finalizada ainda esta semana | Foto: Divulgação/GDF Presente

GDF Presente começou a semana de trabalhos no Varjão ajudando a administração regional a atender às demandas da comunidade. As equipes atuam na mudança de lugar das paradas de ônibus na avenida principal da cidade, que agora é mão única. Cinco abrigos que ficam do lado esquerdo da via, que perderam o uso com a alteração de tráfego nas vias principais da cidade, são levados para a nova Rua de Saída.

No final do mês passado, a administração regional, com apoio do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), fez a alteração do trânsito e transformou as vias principais da cidade em mão única. Assim, a antiga Avenida Principal virou Rua de Entrada e a saída dos veículos rumo a DF-005 é feita por uma via que fica abaixo dela, antes usada exclusivamente pelos moradores das quadras pares.

A mudança resolveu o problema do trânsito na cidade e, agora, o GDF atua para solucionar o problema dos usuários do transporte público. “Os motoristas até paravam quando a gente pedia, mas não tinha ponto de ônibus. Eu estou achando ótimo, essa mudança melhorou muito o trânsito aqui na cidade”, afirma a empregada doméstica Edileide Maria dos Santos, 41 anos, que pega ônibus todos os dias para ir e voltar do trabalho. “A parada foi colocada do lado da minha casa, facilitou muito para mim e para muita gente”, completa a dona de casa Márcia Teixeira de Almeida.

O trabalho começou a ser feito pelas equipes próprias da administração, mas ganhou um reforço com as máquinas e o pessoal do GDF Presente. O administrador Lúcio Rogério Gomes dos Santos acredita que a mudança dos abrigos será finalizada ainda esta semana. “Já tínhamos retirado as paradas da antiga localização, mas, depois de instaladas, é preciso aperfeiçoar o nivelamento, chumbá-las no solo com concreto, fazer a calçada em volta, construir a rampa de acesso para os cadeirantes, rebocar e pintar as paredes”, explica.

Acidentes e engarrafamentos

O Varjão parece uma cidade do interior, mas tinha pelo menos um problema digno de cidade grande: o trânsito. Os moradores entravam e saíam pela mesma rua, o que causava transtornos para os motoristas. O administrador do Varjão conta que todos os dias, entre 7h30 e 8h e das 17h30 às 19h, uma fila de carros imensa se formava para sair e entrar na cidade. “Os moradores saíam cedo para trabalhar no mesmo horário e voltavam à tarde. E eram obrigados a enfrentar enormes engarrafamentos. O trânsito parava na avenida e agora não tem mais engarrafamento”, diz.

Os congestionamentos, no entanto, não eram o maior problema. A via é estreita para a passagem de dois carros no sentido contrário e era comum acontecer acidentes, inclusive colisões frontais. A mudança de sentido das vias da cidade era uma demanda de mais de seis anos dos moradores e dos comerciantes do Varjão, mas só agora se tornou realidade.

Só no primeiro dia de trabalho, o GDF Presente recolheu 10 caminhões de lixo das quadras internas do Varjão, inclusive muitos móveis usados jogados na rua| Foto: Divulgação/GDF Presente

Outros serviços

O GDF Presente também recolhe entulho e inservíveis nas quadras internas do Varjão. No primeiro dia de trabalhos, foram retirados 10 caminhões de lixo. “O Varjão estava abarrotado de entulhos. Tinha muito móvel usado jogado na rua”, diz Lúcio dos Santos Barbosa, coordenador do Polo Central Adjacente I. Também está sendo feita capina e limpeza nas quadras 10 e 8.

Leia também...