Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
14/02/24 às 16h56 - Atualizado em 14/02/24 às 16h57

Vacinação contra dengue está disponível em 63 endereços

O Distrito Federal chegou a 11.262 doses aplicadas em cinco dias

Ian Ferraz e Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

 

 

Com uma filha internada com dengue, o técnico em refrigeração, Rubson Moraes, chegou cedo nesta terça-feira (13) à Unidade Básica de Saúde 2 do Guará para vacinar o filho Samuel, de 11 anos, que foi uma das 1.367 mil pessoas imunizadas no quinto dia de vacinação contra a doença. Ao todo, o DF chegou a 11.262 doses aplicadas.

Nesta quarta-feira (13), a oferta será ampliada de 15 para 63 salas, sendo 15 pontos com atendimento das 8h às 17h e 48 das 14h às 17h.

 

Rubson Moraes se sente “aliviado” por ter levado o filho para ser vacinado contra a dengue | Fotos: Paulo H. Carvalho/ Agência Brasília

Ao ver o filho recebendo a vacina, Rubson Moraes não escondeu o alívio. “Um vizinho me disse que aqui estavam vacinando e vim logo. É muito importante que quem tem filhos nessa faixa etária traga-os, pois a dengue é muito perigosa. Estou com outra filha de 9 anos internada no Hospital do Guará, com dengue, então o governo ofereceu a vacina durante o feriado e eu consegui vacinar o menino. Já me sinto um pouco mais seguro”, conta o morador do Guará.

 

 

O jovem Pedro Candeia, de 11 anos, chegou nervoso na sala de vacinação, mas, após receber o imunizante, afirmou que já se sentia mais seguro. Morando em Taguatinga, ele se deslocou com os pais até a UBS 2 para receber a dose. “Fiquei muito nervoso, pensei que não ia ter coragem, mas foi rápido e agora já estou me sentindo um pouco mais seguro. Tive parentes com dengue que passaram mal, tiveram febre e muitas dores”, relata.

 

Pedro Candeia conta que achou que fosse ter medo da injeção, mas tirou de letra

Aberta das 8h às 17h, a UBS 2 é a segunda mais procurada para a vacinação e aplicou 1.362 doses nos cinco dias de campanha. Para a gerente da unidade, Juliane Malta, o fluxo de vacinação tem sido tranquilo neste período de Carnaval. “Estamos trabalhando durante todo o feriado, montamos três salas de triagem e duas de vacinação. Neste momento, a vacina está disponível para a população de 10 a 11 anos. É superimportante que as famílias tragam seus jovens e adolescentes para tomarem o imunizante contra a dengue”, convida.

A servidora destaca que as famílias podem aproveitar o momento para colocar a caderneta de vacinação em dia. “Estamos também realizando a multivacinação, então podem trazer as crianças para vacinar contra a dengue e aproveitar para atualizar a caderneta com outros imunizantes”, completa Malta.

Para a vacinação, os jovens devem comparecer à unidade acompanhados dos pais ou responsáveis, com o documento de identificação e a caderneta de vacinação da criança. Pessoas diagnosticadas com dengue devem aguardar seis meses para iniciar o esquema vacinal, que consiste em duas doses, com a segunda sendo aplicada três meses após a primeira.

O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público. A Qdenga, produzida pelo laboratório Takeda, foi incorporada ao Sistema Único de Saúde (SUS) em dezembro do ano passado, após análise da Comissão Nacional de Incorporações de Tecnologias no SUS (Conitec). O Ministério da Saúde planeja distribuir seis milhões de doses por todo o país.

Confira aqui os endereços dos pontos de vacinação nesta quarta-feira.