Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/21 às 10h07 - Atualizado em 7/06/21 às 10h08

Um estacionamento comercial ao lado do Bezerrão

COMPARTILHAR

Administração Regional do Gama licita obra para 104 vagas na quadra 1 do Setor Norte. A iniciativa é um estímulo também à feira permanente

 

O Gama vai ganhar um novo estacionamento público com 104 novas vagas na quadra 1 do Setor Norte. A obra vai facilitar o acesso ao comércio do local, que sofre pela falta de vagas. Os serviços serão executados por empresa contratada pela administração regional da cidade, que se prepara para lançar o edital de licitação.

 

Parar o carro no local é motivo de reclamação constante da comunidade, que agora vai ganhar 69 vagas para automóveis e 35 para motos| Foto: Paulo H Carvalho

 

O projeto, aprovado pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Seduh), já está pronto e os recursos, garantidos. No valor de R$ 340 mil, foram destinados por emenda parlamentar do deputado Daniel Donizet. O processo está em análise pela comissão de licitação e, depois de aprovado, será lançado na praça.

 

A administradora do Gama, Joseane Feitosa, espera que o edital seja publicado até o fim de junho e as obras sejam iniciadas ainda este ano, em setembro ou outubro. O prazo de execução da obra é de 90 dias.

 

A quadra 1 do Setor Norte está localizada ao lado do estádio Bezerrão. Trata-se de uma área comercial movimentada. Fica perto da feira permanente, que atrai cerca de 20 mil pessoas em um único dia no fim de semana, de um hospital particular, clínicas médicas e drogarias.

 

Parar o carro ali é motivo de reclamação constante da comunidade, que agora vai ganhar 69 vagas para automóveis e 35 para motos. “É uma demanda de pelo menos seis anos dos moradores, que, sem local adequado, param os carros irregularmente na área verde”, afirma Joseane.

 

Presidente da Feira Permanente do Gama, Leopoldino Gonçalves da Silva Neto, conta que há cerca de quatro anos, estacionar na quadra é tarefa quase impossível por causa do aumento e crescimento dos estabelecimentos comerciais. “Antes só os frequentadores da feira permanente usavam o estacionamento. Agora, a qualquer hora do dia e da noite, as vagas estão ocupadas”, diz.

 

Novas vagas

Desde 2019, os moradores do Gama já ganharam outros três estacionamentos com quase 500 novas vagas em locais de grande circulação de pessoas. Em abril do ano passado, a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) pavimentou três novos estacionamentos em frente ao Hospital Regional do Gama (HRG), localizado no Setor Central da cidade.

 

A área era de terra e quem frequenta a unidade hospitalar sofria com a poeira na época da seca e a lama nos períodos de chuva. Tudo agora está asfaltado, 44 vagas foram demarcadas e quem for de carro para lá não precisa mais se sujar para chegar ao hospital.

 

No mês seguinte, outro espaço de grande movimentação de veículos, mas com capacidade limitada de estacionamento, ganhou mais vagas. O GDF fez a recuperação, troca de piso e ampliação do canteiro central entre a feira do Galpãozinho e a rodoviária do Gama.

 

A área tem 650 metros quadrados e contava apenas com 12 vagas de estacionamento. Arborizada, teve ao longo dos anos o piso de blocos intertravados de cimento deslocados com o crescimento das raízes, comprometendo o pleno aproveitamento do espaço. Com a reforma, chegou ao dobro de vagas.

 

Em junho do ano passado, alunos, professores e servidores do campus do Gama da Universidade de Brasília (UnB), cerca de três mil pessoas, também ganharam um estacionamento. Com investimento de R$ 3,2 milhões, a área de 17.200 m² conta com 435 vagas e levará vou conforto e segurança para aqueles que circulam e trabalham no local assim que as atividades na universidade forem retomadas.

 

GIZELLA RODRIGUES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: RENATA LU