Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
25/04/24 às 15h02 - Atualizado em 25/04/24 às 15h02

Tendas para atendimentos de dengue recebem mais de mil pacientes diariamente

Desde a implantação das novas tendas, quase 9 mil pessoas passaram por assistência médica nas unidades de saúde

Por Josiane Borges, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

 

Pelo segundo dia consecutivo, as tendas de acolhimento montadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para atender pacientes com suspeita de dengue receberam mais de mil pessoas. Nesta quarta-feira (24), 1.153 pessoas buscaram assistência nos sete espaços inaugurados. Desde a implantação da primeira instalação, em 11 de abril, 8.653 pacientes foram atendidos.

Dos atendimentos das últimas 24 horas, 774 eram adultos e 379 crianças, sendo que 419 foram testados e apenas oito pessoas foram transferidas para outras unidades de atendimento devido à gravidade da doença.

As tendas de acolhimento funcionam com estrutura semelhante à dos hospitais de campanha e estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais regulares, UPAs e UBSs | Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Recentemente inaugurada, a tenda de Vicente Pires, localizada no estacionamento da unidade de pronto atendimento (UPA), atendeu 101 pessoas em busca de consultas e exames. A tenda com o maior número de assistências continua sendo a de Planaltina (219), seguida por Taguatinga (207), Ceilândia (169), Gama (156), Paranoá (156) e Guará (145).

Os espaços funcionam com estrutura semelhante à dos hospitais de campanha e estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais regulares, unidades de pronto atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde (UBSs), a fim de garantir um atendimento mais rápido aos pacientes sintomáticos da doença e, consequentemente, reduzir a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Locais das novas tendas de acolhimento já instaladas

Pelo segundo dia consecutivo, as tendas de acolhimento montadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para atender pacientes com suspeita de dengue receberam mais de mil pessoas. Nesta quarta-feira (24), 1.153 pessoas buscaram assistência nos sete espaços inaugurados. Desde a implantação da primeira instalação, em 11 de abril, 8.653 pacientes foram atendidos.

Dos atendimentos das últimas 24 horas, 774 eram adultos e 379 crianças, sendo que 419 foram testados e apenas oito pessoas foram transferidas para outras unidades de atendimento devido à gravidade da doença.

As tendas de acolhimento funcionam com estrutura semelhante à dos hospitais de campanha e estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais regulares, UPAs e UBSs | Foto: Joel Rodrigues/ Agência Brasília

Recentemente inaugurada, a tenda de Vicente Pires, localizada no estacionamento da unidade de pronto atendimento (UPA), atendeu 101 pessoas em busca de consultas e exames. A tenda com o maior número de assistências continua sendo a de Planaltina (219), seguida por Taguatinga (207), Ceilândia (169), Gama (156), Paranoá (156) e Guará (145).

Os espaços funcionam com estrutura semelhante à dos hospitais de campanha e estão estrategicamente posicionadas próximo a hospitais regulares, unidades de pronto atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde (UBSs), a fim de garantir um atendimento mais rápido aos pacientes sintomáticos da doença e, consequentemente, reduzir a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Locais das novas tendas de acolhimento já instaladas