Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/06/21 às 16h57 - Atualizado em 14/06/21 às 16h58

São Sebastião ganha dois equipamentos para resíduos

COMPARTILHAR

Um será instalado no Parque dos Ipês e o outro próximo à administração regional

 

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) está finalizando o projeto para licitar a construção de dois papa-entulhos em São Sebastião. Um equipamento público será instalado no Parque dos Ipês e o outro próximo à administração regional. O investimento para cada unidade será de R$ 350 mil, de emendas parlamentares dos deputados João Cardoso e Júlia Lucy.

O papa-entulho recebe, gratuitamente e em qualquer unidade – das 7h às 18h –, até um metro cúbico de resíduo por pessoa por dia, o que equivale ao volume interno de uma caixa-d’água de mil litros | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

 

O assessor especial da presidência do SLU, Guilherme Almeida, explica que o papa-entulho é um espaço adequado para a população descartar resíduos de obras, resto de poda, móveis usados, material reciclável e óleo de cozinha usado. “É um equipamento de grande importância para a saúde das pessoas. Evita o descarte irregular de lixo e a proliferação de insetos que podem causar doenças”, ressalta.

 

O administrador de São Sebastião, Alan Valin, lembra que os moradores tinham que se deslocar da cidade para ter acesso a um papa-entulho. “Um deles será instalado no Parque dos Ipês, onde já foram entregues apartamentos de programas habitacionais do governo. Ou seja, além de ajudar na conquista da moradia de quem mais precisa, o GDF também garante a infraestrutura da região”, reforça.

 

Serviço

O papa-entulho recebe, gratuitamente e em qualquer unidade – das 7h às 18h –, até um metro cúbico de resíduo por pessoa por dia, o que equivale ao volume interno de uma caixa-d’água de mil litros. Entre janeiro e maio deste ano, por exemplo, foram recolhidas 11.587 toneladas de entulho em São Sebastião. O material é encaminhado para a Unidade de Recebimento de Entulho (URE). Móveis que ainda podem ser utilizados são doados para entidades assistenciais cadastradas.

 

Os moradores também não precisam se preocupar com mau cheiro, pois no papa-entulho não é permitido o descarte de resíduo domiciliar, como material orgânico e restos de comida. O local também não recebe resíduos especiais, como pilhas, lâmpadas ou baterias, que fazem parte da política de logística reversa e devem ser encaminhados para descartes específicos em pontos de coleta de material eletrônico.

 

Para saber qual unidade fica mais perto de você e outras informações, acesse o site do SLU.

 

Em outras cidades

Atualmente, são doze papa-entulhos espalhados pela Asa Sul, Gama, Guará, Planaltina, Santa Maria e Taguatinga, além de duas unidades em Brazlândia e outras três em Ceilândia. Nesta gestão foram entregues três: Águas Claras, Santa Maria e uma unidade em Ceilândia. A previsão é que cada região administrativa tenha pelo menos um papa-entulho.

 

ANA LUIZA VINHOTE, DA AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: RENATA LU