Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/11/21 às 10h09 - Atualizado em 17/11/21 às 10h09

Sai o lixo para a bola rolar no Condomínio Privê

COMPARTILHAR

Área irregular de descarte é transformada em campo de futebol; cerca de 420 toneladas de entulhos foram recolhidas no local e em Vicente Pires

Lixões a céu aberto são um risco para a saúde da população e também para a segurança estrutural de terrenos. Em Ceilândia e Vicente Pires, as administrações regionais e o GDF Presente estão atuando no fechamento desses espaços onde são jogados irregularmente lixo e entulho.

 

No momento, as equipes trabalham no nivelamento do terreno | Foto: Divulgação/GDF Presente

Só em duas áreas do tipo – uma localizada no Condomínio Privê, em Ceilândia, próximo à BR-070, e outra na marginal da Via Estrutural, próximo à ponte de ligação com a Avenida do Jóquei -, foram recolhidas aproximadamente 420 toneladas de entulhos, como restos de obras, móveis velhos e outros objetos de grande porte.

Retirado o material que foi despejado irregularmente, o próximo passo para evitar que a atitude seja repetida é impedir o fácil acesso de veículos até as áreas, instalando obstáculos, e recuperá-las com ações como o nivelamento do terreno ou a instalação de equipamentos e infraestrutura urbana, como calçadas.

O coordenador do Polo Oeste II do GDF Presente, Elton Walcácer, conta que essa não é a primeira vez que equipes do programa atuam na retirada de entulhos no Condomínio Privê. “É um lixão antigo, já tiramos outras vezes o entulho, mas o pessoal continua a despejar. Agora estamos criando obstáculos, fazendo barreiras, e em breve vamos organizar o terreno”, conta.

Um trabalho de organização está sendo feito em parceria com a Administração Regional de Ceilândia, como explica o diretor de Obras, Sérgio Barbosa Pimenta: “Estamos trabalhando agora no nivelamento do terreno, colocando material pesado e fresado pra aplainar, e estamos trabalhando na regularização do local para implantar um campo de terrão e, assim, evitar o despejo irregular”.

 

Após o nivelamento, é colocado material pesado e fresado para aplainar o local onde, em breve, será implantado um campo de terrão | Foto: Divulgação/GDF Presente

Já em Vicente Pires, por conta de o lote onde os materiais são despejados irregularmente ser um terreno particular, a solução encontrada foi outra, como esclarece o diretor de obras da Administração Regional, Mateus Pegorer. “Estamos em conversas com o SLU [Serviço de Limpeza Urbana] para a instalação de um papa-entulho na região, para que consigamos direcionar esse descarte correto.”

Além das duas áreas de transbordo irregulares, mais entulhos foram recolhidos pelo GDF Presente ao longo da semana. Na EQNM 3/5, em Ceilândia, e próximo ao Hospital São Vicente de Paula, em Taguatinga, cerca de 25 toneladas de entulhos, inservíveis e lixo verde foram retiradas das ruas.