Governo do Distrito Federal
17/11/22 às 9h32 - Atualizado em 17/11/22 às 9h32

Sai edital para contratar duplicação da BR-080

O valor estimado de investimento é de R$ 318 milhões; obra, anunciada em outubro pelo governador Ibaneis Rocha e pelo ministro da Infraestrutura Marcelo Sampaio, deve beneficiar 80 mil pessoas

Adriana Izel, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Um trecho de 24,6 km da BR-080, que liga Brazlândia e Taguatinga, será duplicado. A obra havia sido anunciada em outubro pelo governador Ibaneis Rocha durante uma reunião com o ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio Cunha Filho. Nesta quarta-feira (16), o Diário Oficial da União trouxe a publicação do aviso do edital de licitação para contratar a empresa executora do serviço.

O valor estimado de investimento é de R$ 318 milhões. A entrega de propostas tem início no dia da publicação do aviso do edital e a abertura das propostas será em 7 de dezembro. A empresa será contratada no Regime Diferenciado de Contratação (RDC) eletrônico, tendo como critério o maior desconto.

Empresas já podem apresentar proposta sobre execução da obra de duplicação da BR-080, segundo aviso publicado no Diário Oficial da União desta quarta (16) | Foto: Divulgação

“A BR-080 é a única saída do Distrito Federal que não é duplicada. Nós temos a BR-040, BR-060 e BR-020 todas duplicadas. É muito importante porque, obviamente, salva vidas. É um trecho de estrada perigoso por ser simples, o que causava batidas frontais e muitas mortes. Então a gente fica muito feliz de o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) estar lançando essa licitação juntamente com o GDF”, classifica o diretor-presidente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior.

A empresa vencedora terá que executar obras de adequação de capacidade, duplicação, restauração, melhorias de segurança e eliminação de pontos críticos da BR-080, do segmento 0 km ao 24,6 km, que faz entroncamento com a BR-251 e a DF-001/240. O prazo de execução é de 540 dias consecutivos.

A licitação é de responsabilidade do Ministério da Infraestrutura e o projeto, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit). O Governo do Distrito Federal assegurou a licença ambiental e contribuirá no acompanhamento da obra, por meio da atuação do DER.

Neste ano, o governo executou 8,2 km de alargamento da BR-080, no trecho da DF-001 na saída da Estrutural e que dá acesso ao 26 de Setembro. “É uma travessia muito importante. Esse primeiro trecho já foi muito importante. Foi feito totalmente pelo DER. Está pronto e duplicado”, acrescenta.