Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/12/21 às 13h53 - Atualizado em 15/12/21 às 13h53

Renova DF chega ao Plano Piloto e vai reformar mais de 400 espaços públicos

COMPARTILHAR

Turma de 1,5 mil aprendizes vão iniciar os trabalhos a partir desta quarta (15); programa prevê a formação de 5 mil pessoas na construção civil

Centenas de equipamentos públicos do Plano Piloto serão recuperados nas próximas semanas pela nova turma de 1,5 mil alunos do programa RENOVADF. É uma cara nova para parquinhos, meios-fios, calçadas, quadras, pontos de encontro comunitários, praças e outros itens de lazer espalhados pelas Asas Sul e Norte, que poderão ser utilizados com maior conforto e segurança pela comunidade.

O quarto ciclo do maior programa de qualificação profissional do país foi lançado nesta quarta-feira (15), em cerimônia na Torre de TV. As boas-vindas aos aprendizes foram dadas pelo governador Ibaneis Rocha e secretários.

“O RENOVADF é um programa que qualifica pessoas para o mercado de trabalho. E o momento é muito importante, pois todos os indicadores apontam que na construção civil vai faltar mão de obra, e com isso vocês vão poder sair do programa empregados pelas empresas privadas”, aponta Ibaneis Rocha.

É o caso de Patrícia de Souza, de 50 anos, moradora do Riacho Fundo I. Desempregada há cinco anos, ela comemora a oportunidade de qualificação dada pelo programa. “Aluguel não espera, assim como a fome. Esse programa é uma grande oportunidade para mim, que estou desempregada”, diz.

 

Participam do RENOVADF pessoas com mais de 18 anos, moradores do DF, em situação de desemprego e natas, naturalizadas ou estrangeiras em situação regular no país| Foto: Renato Alves / Agência Brasília

 

Até o momento, 162 equipamentos foram recuperados e outros 82 estão em andamento. Com mais 408 previstos para o Plano Piloto, o RENOVADF deve chegar a 652 espaços restaurados. As turmas já passaram por Arniqueira, Ceilândia, São Sebastião, Itapoã, Estrutural, Águas Claras, Riacho Fundo e Guará. Há também previsão de seguir para as vilas Telebrasília e Planalto e para o Noroeste.

“Com o quarto ciclo, nós chegamos ao número total de 5 mil alunos no programa, que já tem R$ 50 milhões em recursos para sua continuidade no próximo ano. Agora, vamos começar com esses 1,5 mil alunos no Plano Piloto. Em janeiro, teremos mais 1,5 mil alunos aqui, que atualmente estão em outras cidades, chegando a três mil alunos no Plano Piloto”, explica o secretário de Trabalho, Thales Mendes.

Segundo a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro, o RENOVADF será essencial para a cidade entrar com uma cara nova em 2022. “Temos equipamentos que estavam há dez, 15 anos sem manutenção, e agora os alunos chegam para deixar a cidade em ótimo estado”, diz.

Sobre o projeto

Capacitar profissionais, facilitar o ingresso no mercado de trabalho e reformar espaços públicos são alguns dos objetivos do programa RENOVADF. Os participantes recebem salário mínimo, além de auxílio-transporte e seguro contra acidentes pessoais.

Os alunos devem ter frequência e aproveitamento igual ou acima de 80% para receber os auxílios e o certificado de conclusão de curso. Os que ficarem acima desse percentual poderão participar, gratuitamente, de qualquer outra formação oferecida pelo Senai-DF, parceiro do governo no projeto. Alunos analfabetos terão curso de alfabetização sem custos.

Participam pessoas com mais de 18 anos, moradores do DF, em situação de desemprego e natas, naturalizadas ou estrangeiras em situação regular no país.

O RENOVADF é uma parceria entre as secretarias de Trabalho (Setrab), Governo (Segov) e Transporte e Mobilidade (Semob), além de Novacap, companhias de Saneamento Ambiental do DF (Caesb) e Energética de Brasília (CEB), Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e Departamento de Trânsito do DF (Detran). A Câmara Legislativa (CLDF) também abraça a causa, com a destinação de recursos para viabilizar o programa.