Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
18/12/20 às 8h11 - Atualizado em 18/12/20 às 8h19

Recuperados 14 km de estradas rurais

COMPARTILHAR

Tráfego de veículos fica melhor no Núcleo Rural Barreiros I e II, no Jardim Botânico. Região às margens da DF-140 fica na divisa do DF com Goiás

 

Intervenções vão beneficiar cerca de 600 pessoas no Núcleo Rural Barreiros I e II | Foto: GDF Presente

 

Com apoio do GDF Presente, a Administração Regional do Jardim Botânico atende, nesta semana, a uma demanda de pelo menos uma década da comunidade do Núcleo Rural Barreiros I e II, região de chácaras na divisa com o estado de Goiás que fica a 25 quilômetros da sede da administração. Maquinário do Polo Leste do programa está em ação para recuperar as vias não pavimentadas da região onde vivem cerca de 600 pessoas. Até sexta-feira (18), um total de 14 quilômetros de ruas de terra serão patroladas.

 

Depois da terraplananagem, as máquinas farão a compactação da terra com restos de construção civil reciclados, doado pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) para melhorar as condições das estradas rurais. O material foi transportado por quatro caminhões do GDF Presente e quatro da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que apoiou o trabalho.

“Foram 60 viagens com caminhões carregados com 10 toneladas cada”, conta Leandro Cardoso de Souza, um dos responsáveis pela coordenação da equipe Polo Leste do GDF Presente.

 

Durante as intervenções, o solo também é molhado por um caminhão-pipa, o que ajuda na compactação dos restos de construção civil com a terra e ainda diminui a poeira. As melhorias na via também facilitarão o trânsito de ônibus escolares nos arredores do Centro de Ensino Fundamental (CEF) Jataí, que tem cerca de 500 estudantes matriculados, além dos alunos residentes no Núcleo Rural Barreiros I e II e adjacências.

 

Produção rural
O Núcleo Rural Barreiros existe desde 1983. Tem cerca de 80 chácaras ocupadas que produzem café, cogumelos, alface, couve, cenoura e outras hortaliças. Presidente da associação de moradores da região, Washington Nascimento Melo conta que, nesses 10 anos de espera, a comunidade dividia os custos dos patrolamentos feitos por grupos privados na região.

 

Ação do caminhão-pipa ajuda na compactação dos restos de construção civil com a terra e ainda diminui a poeira | Foto: GDF Presente

 

Segundo Washington, as estradas estavam intransitáveis, cheias de buracos causados pelas chuvas. “Com os patrolamentos feitos ao longo do tempo, a estrada afundou e será recuperada, agora, com esses restos de construção civil cedidos pelo SLU. Existem desníveis de 10 metros entre uma chácara e outra. Além disso, a água não tem para onde escoar, o que causa buracos”, relata.

 

O administrador do Jardim Botânico, Antônio de Pádua, afirma que a distância da localidade dificultou o atendimento da demanda da comunidade, problema resolvido com o apoio do GDF Presente. “O programa nos dá uma ajuda maravilhosa. Eles ficam aqui uma semana a cada mês. São mais máquinas, mais mão de obra, o que dá mais fluidez ao nosso trabalho”, diz.

 

Chuvas
O Polo Leste, também no Jardim Botânico, fez o recolhimento de 70 toneladas de entulho do transbordo irregular às margens da DF-140, em frente ao Parque Ecológico Tororó, e também recupera as ruas de terra do bairro Itaipú.

 

Despejo inadequado de entulho constitui um dos principais problemas encontrados pelo programa DF afora | Foto: GDF Presente

 

O trabalho está concentrado na rua 81, que foi danificada pelas chuvas. Mas, até esta sexta-feira (17), o trabalho de terraplanagem e a aplicação de 100 toneladas de restos de construção civil serão efetuados em todas as ruas do bairro.

 

No Itaipu, servidores de diferentes órgãos do Executivo refizeram o sistema de captação da água das chuvas, que foi danificado pelas recentes precipitações. Agora, os servidores da administração vão construir bacias de captação de água pluvial no local.

 

GIZELLA RODRIGUES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA | EDIÇÃO: FÁBIO GÓIS