Governo do Distrito Federal
16/12/22 às 12h37 - Atualizado em 16/12/22 às 12h37

Propostas do GDF para o próximo quadriênio são apresentadas a empresários

Em encontro com Grupo de Líderes Empresariais, secretário de Governo falou sobre planejamento para 2023-2026

Agência Brasília* | Edição: Claudio Fernandes

As perspectivas e os principais projetos traçados na comissão de transição do Governo do Distrito Federal (GDF) para os próximos quatro anos de gestão foram apresentados pelo secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo, em encontro do Grupo de Líderes Empresariais (Lide), nesta quinta-feira (15), no Brasília Palace Hotel.

“Quando recebi a incumbência do governador Ibaneis Rocha de trazer esta mensagem do governo, foi motivo de muita alegria. Viver este momento de repensar a cidade é muito especial. A eleição passou e agora vamos cuidar da cidade”, afirmou o secretário em sua exposição para empresários, deputados federais e distritais, secretários e dirigentes de empresas públicas.

Na abertura do evento, o presidente do Lide Brasília, Paulo Octávio, falou sobre a organização que reúne diversos setores com o objetivo de fortalecer a livre iniciativa do desenvolvimento econômico e social. O empresário destacou que o grupo é comprometido com Brasília e realiza estes encontros com a finalidade de buscar resultados positivos para a cidade.

De acordo com Paulo Octávio, o Lide completa uma década cumprindo o papel primordial de aproximar o qualificado grupo de líderes empresariais dos gestores públicos. “Esta é a nossa missão, para uma saudável troca de ideias e conhecimento. Neste sentido, recebemos diversas autoridades nos últimos dez anos. A gente sempre buscou um resultado positivo para a nossa cidade nesses entendimentos. Este relacionamento é fundamental para a tomada de decisões que impactam a vida do cidadão”, disse.

 

O secretário de Governo, José Humberto, fez um panorama dos destaques que estão planejados para as diversas áreas do GDF | Crédito: Rayra Paiva/Grupo Lide

José Humberto contextualizou como funcionou a comissão de transição, que por 30 dias se debruçou na coleta, análise, estruturação e consolidação dos dados. Do trabalho, do qual participaram todos os órgãos das administrações direta e indireta do Executivo distrital, o secretário mostrou que a comissão recebeu mais de 1.300 formulários com propostas que foram analisadas, tratadas e entregues ao governador.

“O governador Ibaneis disse: ‘eu quero visitar tudo o que nós fizemos em quatro anos e quero preparar para os próximos quatro’”, explicou José Humberto. “Fizemos uma avaliação do governo passado e, com a ajuda imprescindível do Codese – Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal -, nós fizemos um relatório onde conseguimos mais de 90% de alcance das metas do plano de governo passado. Felizmente, das 1.380, nós chegamos a 1.960 porque outras realizações que não estavam no nosso plano de governo foram feitas. Certamente, aqui também vai acontecer a mesma coisa”, disse.

Em seguida, fez um panorama dos destaques que estão planejados para as áreas de saúde, educação, mobilidade, segurança, infraestrutura e urbanização, social, justiça, trabalho e renda, fazenda, planejamento e gestão, esporte e lazer, cultura, turismo, meio ambiente, desenvolvimento urbano e econômico, agricultura, habitação e tecnologia.

O secretário finalizou sua apresentação afirmando: “As perspectivas ora apresentadas e os objetivos aqui traçados serão os indicadores para, nos próximos quatro anos, nos levar aonde desejamos chegar. No entanto, eles não limitam nossa capacidade de criar, inovar, incrementar as políticas de governo, sempre com a missão de oferecer e fazer o melhor para o Distrito Federal e sua população”.

*Secretaria de Governo – Cristiane Rocha Pitta