Governo do Distrito Federal
19/12/22 às 10h39 - Atualizado em 19/12/22 às 10h39

Programas destinam R$ 30 milhões para apoio à pesquisa no DF; inscreva-se!

 

Inscrições para o Programa FAPDF Learning podem ser feitas até o dia 21 e, para o Demanda Espontânea, até o dia 29

 

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger APP FAP-DF GDF

 

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal reabriu para submissões dois grandes sucessos da instituição, o Programa FAPDF Learning e o Demanda Espontânea. A ampliação dos prazos contempla todas as chamadas públicas do Programa Learning, uma iniciativa que busca soluções e desenvolvimento social por meio de projetos de pesquisa aplicáveis, garantindo o apoio financeiro para a execução dos trabalhos selecionados.

As chamadas abertas somam um investimento de R$ 30 milhões para apoiar projetos nas áreas de agronegócio, tecnologias de governo e saúde.

Programa FAPDF Learning

O programa vai destinar R$ 20 milhões para as seguintes linhas de pesquisa:

→ Bio Health Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema de biotecnologia e saúde no DF.
→ Tech Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema das tecnologias da informação e comunicação (TICs) no DF.
→ Gov Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema de govtechs (startups que têm como propósito gerar inovação para a gestão pública) no DF.
→ Agro Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema do agronegócio no DF.

A Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal reabriu para submissões dois grandes sucessos da instituição, o Programa FAPDF Learning e o Demanda Espontânea. A ampliação dos prazos contempla todas as chamadas públicas do Programa Learning, uma iniciativa que busca soluções e desenvolvimento social por meio de projetos de pesquisa aplicáveis, garantindo o apoio financeiro para a execução dos trabalhos selecionados.

As chamadas abertas somam um investimento de R$ 30 milhões para apoiar projetos nas áreas de agronegócio, tecnologias de governo e saúde.

Programa FAPDF Learning

O programa vai destinar R$ 20 milhões para as seguintes linhas de pesquisa:

→ Bio Health Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema de biotecnologia e saúde no DF.
→ Tech Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema das tecnologias da informação e comunicação (TICs) no DF.
→ Gov Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema de govtechs (startups que têm como propósito gerar inovação para a gestão pública) no DF.
→ Agro Learning: desenvolver e fomentar o ecossistema do agronegócio no DF.