Governo do Distrito Federal
20/12/22 às 12h19 - Atualizado em 20/12/22 às 12h24

Portal do GDF aproxima voluntários de quem precisa de ajuda

Nesta terça (20) é celebrado o Dia Internacional da Solidariedade Humana. Plataforma Voluntariado em Ação possui mais de 39 mil pessoas

 

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

 

O Dia Internacional da Solidariedade Humana é celebrado nesta terça-feira (20). A data foi estabelecida em 2005 por resolução da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). O Governo do Distrito Federal (GDF) possui o portal Voluntariado em Ação, considerado referência nacional para aproximar pessoas interessadas em ajudar e entidades que precisam de apoio.

Voluntários contribuem com diversas ações, como os programas Sejus Mais Perto do Cidadão e as edições do Casamento Comunitário | Foto: Divulgação/Sejus

A iniciativa, da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), busca oferecer ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade. A plataforma reúne cerca de 500 ações ativas e conta com mais de 39 mil pessoas cadastradas, que contribuem com ações sociais de saúde, educação, esporte e lazer.

O programa Voluntariado em Ação já beneficiou mais de 30 milhões de pessoas, desde 2019, em diversas frentes de ação, como as edições do Casamento Comunitário e os programas Sua Vida Vale Muito e Sejus Mais Perto do Cidadão.

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, explica que o intuito do projeto é facilitar a comunicação entre as pessoas que querem auxiliar com as entidades que precisam de suporte. “O portal do Voluntariado em Ação é uma plataforma moderna e otimizada, que faz a ponte entre quem quer fazer o bem e quem precisa de ajuda, facilitando a interação dos usuários”, ressalta.

Como participar

O interessado em participar do programa precisa se cadastrar no portal e informar a disponibilidade de trabalho, escolher os eixos de atuação de preferência (como educação, esporte ou meio ambiente) e o público de interesse das ações que quer participar (mulheres, idosos, crianças e adolescentes, por exemplo).

Com essas informações, a Sejus traça um perfil do voluntário e cruza as competências com as necessidades a serem atendidas por programas e campanhas do Voluntariado em Ação. Se houver compatibilidade, o candidato recebe a oportunidade por e-mail.

O site do Programa Voluntariado em Ação foi lançado em 2020, na pandemia, quando a população mais vulnerável do Distrito Federal teve que manter o isolamento social e enfrentar dificuldades para aquisição de alimentos, produtos básicos de higiene e alimentação. A iniciativa surgiu como solução para facilitar a comunicação e interação entre as pessoas.

A plataforma funciona como uma rede social, conectando perfis de interesse com oportunidades de serviços voluntários. Também proporciona o encontro entre voluntários, organizações da sociedade civil (OSC) e governo, para trocarem experiências, divulgarem suas ações e participarem de projetos ofertados neste ambiente virtual.

O site conta com conteúdos digitais para a Língua Brasileira de Sinais, tornando o dispositivo mais acessível para pessoas surdas. Estrangeiros que buscam projetos no DF também têm a possibilidade de traduzir o idioma para a sua língua materna. “O portal do voluntariado é um grande orgulho para nós, pois fortalece a cultura da responsabilidade social, além de promover cidadania, paz social e de pertencimento à identidade, à memória e ao patrimônio público”, complementa a secretária da pasta, Marcela Passamani.


*Com informações da Sejus