Governo do Distrito Federal
30/03/22 às 9h29 - Atualizado em 30/03/22 às 9h29

População do Sol Nascente perde um papa-lixo para o vandalismo

Nos últimos 15 dias, já são três equipamentos vandalizados no Distrito Federal

Mais um papa-lixo foi vandalizado e, desta vez, a população do Condomínio Sol Nascente ficou no prejuízo. Com esse, já são três equipamentos destruídos no Distrito Federal somente neste mês de março.

A região do Condomínio Sol Nascente foi uma das primeiras a receber esse benefício por ter ruas muito estreitas para as manobras dos caminhões coletores. Ao todo, os moradores da localidade contam com 65 papa-lixos. Agora um a menos, pois, com esse vandalismo, desta vez o equipamento não poderá ser substituído.

O material foi completamente derretido e o equipamento não poderá ser substituído | Foto: Divulgação/SLU

“O material foi completamente derretido com o fogo e caiu no buraco onde era o compartimento do contêiner. Como são equipamentos dos contratos antigos, não temos como substituí-los. Vamos aterrar o local e a população vai ficar com um equipamento a menos. É triste, mas os moradores ainda contam com o atendimento porta a porta do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e o outro papa-lixo ao lado, que ainda está funcionando”, disse o gerente de limpeza da região Oeste, Everaldo Antônio de Araújo.

No dia 14 de março, outro papa-lixo, localizado na QS 619 de Samambaia, foi incendiado, deixando o contêiner interno derretido e sem condições de uso. O local foi interditado até a substituição por um novo equipamento. “Retiramos hoje a cápsula derretida desse papa-lixo para que seja substituído nesta quarta-feira (30). Em um período de apenas 15 dias já foram três papa-lixos vandalizados”, completou Everaldo.

O terceiro papa-lixo que Everaldo se refere é mais um do Condomínio Sol Nascente, na quadra 6, que foi vandalizado no dia seguinte ao de Samambaia. Atearam fogo dentro do papa-lixo, mas, como não se alastrou, o equipamento continuou em funcionamento.

Até o momento, o SLU já instalou 415 papa-lixos em todo o DF. A partir da próxima semana, mais 21 serão instalados em Samambaia, Taguatinga e Ceilândia.

“Os novos papa-lixos foram fabricados com lixeira de inox, com alta resistência, portanto têm uma estimativa de mais de 25 anos de vida útil. Se a população ajudar a preservar, será um benefício que vai se estender na qualidade de vida dos moradores e suas famílias por muitos anos. É cuidado e saúde para os moradores, então temos que ter mais consciência”, disse o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira.

*Com informações do Serviço de Limpeza Urbana

Agência Brasília* | Edição: Rosualdo Rodrigues