Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/08/20 às 19h45 - Atualizado em 3/08/20 às 19h45

Ponte sobre o Córrego Vicente Pires recebe 160 toneladas de vigas

COMPARTILHAR

Com a concretização dessa etapa, a obra atingirá 80% de conclusão. Recursos investidos ultrapassam R$ 3 milhões

Mais uma importante etapa da construção da ponte de 40 metros sobre o Córrego Vicente Pires, na via marginal da Estrada Parque Ceilândia (DF-095 / Estrutural), foi realizada nesta segunda-feira (3).

 

O serviço, empreendido pelo Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER), entrou na fase de içamento de oito vigas metálicas, cada uma com peso aproximado de 20 toneladas.

 

Essas hastes serão responsáveis pela sustentação da nova estrutura que passará sobre o córrego e que beneficiará cerca de 20 mil motoristas da cidade de Vicente Pires.  Os investimentos são de aproximadamente R$ 3,1 milhões.

 

Na reta final

 

Concluída essa etapa, o cronograma dos serviços está praticamente na reta final. “Faltarão apenas 20% para serem concluídos, e em breve vamos poder entregar essa importante obra à população”, assegura o engenheiro responsável pelos trabalhos, Guilherme Berniz.

 

A secretária Alexandra Moreira, de 31 anos, moradora de Vicente Pires, está ansiosa pela concretização do serviço, que que vai facilitar o tráfego na região. Ela conta que todos os dias precisa acessar a via expressa da Estrutural para só então entrar na DF-087 e chegar ao Guará, onde trabalha.

 

“Parece uma volta pequena ter que ir até a pista e fazer a volta, mas quando você faz isso todos os dias, e ainda mais sempre no horário de pico da manhã, quando o movimento é muito intenso, é muito estressante”, conta Alexandra. “Essa ponte vai encurtar esse caminho e, com certeza, vai dar mais conforto para a gente.”

 

Histórico

 

A Obra de Arte Especial (na linguagem urbanística, denominação de monumentos viários como pontes, viadutos, elevados) foi iniciada DER na segunda quinzena de maio deste ano. Já foram cumpridas as fases de limpeza do local, terraplenagem e pela concretagem da fundação.

 

Agora, na sequência, os 15 trabalhadores envolvidos na construção vão iniciar a aplicação do concreto. Os trabalhos serão finalizados com a execução do aterro de encabeçamento da ponte.

 

Com informações do DER

Fonte: Agência Brasília – Edição: Chico Neto / Foto: Divulgação/DER