Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
12/12/23 às 15h42 - Atualizado em 12/12/23 às 15h42

Park Sul recebe investimento de R$ 65 milhões em obras de drenagem

Modernização da região do Setor de Oficinas Sul inclui novo sistema de captação de águas pluviais, pavimentação de ruas e ampliação da acessibilidade

Victor Fuzeira, da Agência Brasília | Edição: Vinicius Nader

Aos poucos, a paisagem do Setor de Oficinas Sul (SOF Sul), na região do Park Sul, começa a se transformar à medida que avançam as obras de urbanização promovidas pelo Governo do Distrito Federal (GDF). Com a chegada do período chuvoso, as atenções se voltam para a execução das redes de drenagem e para as escavações das lagoas de contenção de águas pluviais.

Mais ampla e moderna, a rede de drenagem está sendo instalada para solucionar problemas antigos de alagamentos e enxurradas no setor, que passou por um grande adensamento nos últimos anos, com a construção de condomínios residenciais no bairro, que faz parte do Guará. Para isso, as equipes da Secretaria de Obras e Infraestrutura do DF (SODF) estão empenhadas na construção de 6,4 mil metros de galerias, além de quatro lagoas com capacidade para abrigar 29 mil m³ de águas pluviais.

A rede de drenagem está sendo instalada para solucionar problemas antigos de alagamentos e enxurradas no SOF Sul | Fotos: Joel Rodrigues/Agência Brasília

O secretário de Obras e Infraestrutura, Luciano Carvalho, explica que a intervenção no setor é dividida em etapas, iniciando pela execução da rede de drenagem. “De nada adianta a gente ultrapassar etapas, iniciar as obras de pavimentação das ruas, sem que tenhamos um sistema de captação das águas pluviais. É como temos feito nossas obras de infraestrutura: primeiro, as bacias e a rede e, em um outro momento, iniciamos a pavimentação, calçadas e urbanização como um todo”, enfatiza.

Urbanização

Uma vez concluída a implementação da rede de drenagem, o foco de atuação das equipes será a realização das obras de urbanização. O projeto prevê que o setor receba nova pavimentação, iluminação pública em LED, paisagismo, mobiliário urbano, sinalizações horizontais e verticais, além de estacionamentos públicos e calçadas mais acessíveis.

O projeto inclui também a implantação de duas praças na região, entre as quadras 5/6 e 10/11, e a pavimentação da via IA SP1, que liga o Park Sul à Estrada Parque Taguatinga (EPTG). “É uma obra completa que vai mudar realmente o nível de qualidade de vida das pessoas que trabalham ou residem no setor. É uma transformação necessária para trazer valorização, qualidade de vida e segurança”, prossegue o secretário.

Com a chegada do período chuvoso, as atenções se voltam para a execução das redes de drenagem e para as escavações das lagoas de contenção de águas pluviais

O investimento total é próximo de R$ 65 milhões, sendo R$ 42,5 milhões custeados pelo GDF e os demais R$ 22,5 milhões pagos por incorporadoras que ergueram prédios residenciais no Setor de Garagens, Concessionárias e Veículos Sul (SGCV), como medida compensatória relativa ao Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV).

Potencial econômico

Antônio Batista lembra que “as ruas viravam riachos” quando chovia e diz acreditar que a situação vai melhorar com as obras

O SOF Sul é uma importante área de desenvolvimento econômico da capital devido ao potencial de atrair empresas. Não à toa, é grande a expectativa dos comerciantes locais com o avanço das obras. “Eu estou acompanhando diariamente e está bem acelerado. Realmente, aqui recebia bastante água; as ruas viravam riachos. Acredito que vai melhorar bastante, ficar mais seguro para a gente”, relata o operador de baterias Antônio Batista, 61 anos.

Um dos empresários que apostaram na região do Park Sul e comemoram as obras de requalificação urbana é Luiz Santos, 56. Dono de um lava a jato, ele celebra poder deixar no passado os dias de enxurradas e alagamentos. “A região cresceu bastante; estou aqui há sete anos e acompanho há tempos essa questão. Graças a Deus, a tão aguardada obra chegou”, enfatiza.

Santos afirma que as obras, quando concluídas, irão valorizar ainda mais a região. “É uma benfeitoria que beneficia a todos. Como meu empreendimento está localizado no centro, eu sofria muito com a enxurrada que vinha nos dois sentidos. Agora, a expectativa é atrair novos clientes. Vai ser maravilhoso”, completa.