Governo do Distrito Federal
5/12/22 às 10h39 - Atualizado em 5/12/22 às 10h39

Novos usuários do Prato Cheio começam a retirar cartão na quinta-feira (8)

São 17.797 pessoas que devem consultar o site GDF Social e procurar as agências do BRB para obter o documento

 

Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

 

Já está disponível o calendário de retirada dos cartões dos novos beneficiários do programa Prato Cheio. Neste mês, foram realizadas 27.047 novas inclusões. Dessas, 17.797 abrangem pessoas que estão recebendo o Prato Cheio pela primeira vez. São esses cidadãos que precisam ir a uma agência do Banco de Brasília (BRB) retirar o cartão que dará acesso ao crédito de R$ 250. A entrega do documento começa na quinta-feira (8).

Para confirmar a data e saber a agência do BRB onde será retirado o cartão, o beneficiário deve consultar o site GDF Social.

O Cartão Prato Cheio concede crédito de R$ 250 por nove meses para as famílias em vulnerabilidade social comprarem alimentos no comércio local. Têm direito ao benefício os moradores do Distrito Federal com renda familiar igual ou inferior a meio salário mínimo por pessoa, em situação de insegurança alimentar e inscritos no Cadastro Único ou no Sistema Integrado de Desenvolvimento (Sids) da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). O cidadão deve solicitar o benefício no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), onde vai passar por uma avaliação da equipe socioassistencial.

Quanto aos 9.250 beneficiários que já receberam o benefício do Prato Cheio em outras oportunidades, devem utilizar o mesmo cartão do ciclo anterior, que o crédito já está lá disponível. Por meio da Sedes, o Governo do Distrito Federal (GDF) liberou o pagamento para 85.990 famílias, no total.

Têm prioridade para receber o benefício as famílias monoparentais chefiadas por mulheres com crianças de até 6 anos, além daquelas que têm na composição familiar pessoas com deficiência ou idosas e pessoas em situação de rua, acompanhadas por equipes da assistência social e em processo de saída dessa condição.

“Neste mês, foram realizadas mais de 27 mil novas inclusões para que mais famílias possam ser beneficiadas pelo Prato Cheio”, informa a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

“Sempre reforço que esse não é um programa de transferência de renda, mas um auxílio para dar suporte às famílias em um momento de dificuldade. Nós aumentamos de seis para nove meses o período de concessão do benefício para que essas famílias tenham tempo de recuperar a renda e a autonomia – o que é um dos objetivos da política de assistência social.”

Confira abaixo o calendário de entrega dos cartões, a ser realizada por ordem alfabética do primeiro nome do beneficiário.

→ Quinta (8): nomes iniciados em A e B
→ Sexta (9): nomes iniciados em C e D
→ Dia 12: nomes iniciados em E e F
→ Dia 13: nomes iniciados de G a K
→ Dia 14: nomes iniciados em L e M
→ Dia 15: nomes iniciados de N a R
→ Dia 16: nomes iniciados de S a Z.

*Com informações da Sedes