Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
6/01/21 às 10h27 - Atualizado em 6/01/21 às 10h27

Novos preços já estão valendo na Unidade de Recebimento de Entulhos

COMPARTILHAR

Com a nova tabela, os geradores têm a oportunidade de pagar menos se separarem os resíduos na caçamba

 

A Unidade de Recebimento de Entulhos (URE) do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) já colocou em prática a nova tabela preços públicos para disposição final de grandes volumes de resíduos da construção civil, podas e galhadas no local.

 

Os novos valores passaram a valer desde o dia 1º de janeiro para atender a resolução da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa). O ajuste deveria ter entrado em vigor em abril do ano passado, mas a medida foi adiada por duas vezes pelo Governo do Distrito Federal (GDF) devido a pandemia do coronavírus.

 

O analista de Resíduos Sólidos do SLU, Allan Adjunto Chaves, que atua na URE, diz que o primeiro dia com os preços atualizados foi tranquilo, já que os transportadores já sabiam da novidade. “Os transportadores foram avisados sobre essa mudança e o boleto gerado nas pesagens pode ser conferido no site do SLU”, disse, referindo-se ao Sistema de Gestão de Resíduos (SGR) onde todos os transportadores estão cadastrados e podem acompanhar a emissão de tickets diários.

 

Com a nova tabela, os geradores têm a oportunidade de pagar menos se separarem os resíduos na caçamba, para facilitar a reciclagem desse material para reutilização em obras públicas. O preço a ser pago pela tonelada do material segregado é R$12,23, mas se os resíduos estiverem misturados, o valor passa para R$ 21,44. A disposição de galhadas e restos de podas custa R$ 19,07.

 

* Com informações do SLU

AGÊNCIA BRASÍLIA * I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON