Governo do Distrito Federal
1/12/22 às 12h59 - Atualizado em 1/12/22 às 12h59

Nivelamento de estrada rural em Brazlândia beneficia mais de 10 mil pessoas

Ação do GDF Presente foi realizada em trecho de cerca de 26 km e usou mais de 100 caminhões; no Plano Piloto, poda de árvores libera passagem de pedestres e evita acidentes

Catarina Loiola, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Cerca de 26 km de estradas não pavimentadas foram niveladas pelo programa GDF Presente, neste mês, na área rural de Brazlândia. A ação, que beneficia mais de 10 mil pessoas, melhora o tráfego de ônibus escolares e o escoamento da produção rural da comunidade.

 

Nivelamento de estrada de terra oferecerá mais conforto no transporte de alunos até a Escola Classe Polo Agrícola da Torre | Fotos: Divulgação/GDF Presente

“Foi um trabalho duro, feito em 21 dias, que melhora a vida de todas as pessoas que moram na região”, comenta o coordenador do Polo Oeste do programa, Devanir Lopes, responsável por ações em Brazlândia, Samambaia, Sol Nascente e Pôr do Sol.

A diretora da Escola Classe Polo Agrícola da Torre, Roberta Fontenele, afirma que o serviço promove mais conforto para os pequenos cidadãos. “É uma melhoria para os alunos, que moram em diversos pontos da cidade e só chegam à escola de ônibus”, afirma. A unidade atende a 270 crianças da educação infantil e anos iniciais do ensino fundamental.

 

Mais ações

O GDF Presente executou a poda de árvore em calçada próxima ao Hospital Dia

Com o objetivo de liberar a passagem de pedestres nas vias e reduzir riscos de acidentes, houve a poda de árvores em dois pontos do Plano Piloto, na terça-feira (29/11). O serviço foi executado pelo Polo Central em parceria com a Diretoria de Parques e Jardins da Novacap.

Na 508/509 Sul, a equipe podou uma árvore grande que estava atrapalhando o uso da calçada próxima ao Hospital Dia. Os galhos atravessavam o alambrado e impediam a passagem das pessoas na área. “É um trabalho que veio para mudar o ambiente de trabalho e, com certeza, melhorar a vida dos nossos pacientes”, afirma a diretora da unidade médica, Denise Arakaki.

Outro ponto que também recebeu a poda foi a Avenida Rabelo, na Vila Planalto. “Os galhos das árvores estavam muito grandes e com risco de queda, podendo, a qualquer momento, cair na cabeça de alguém”, afirma o coordenador do Polo Central, Alexandre César.