Governo do Distrito Federal
14/12/22 às 10h10 - Atualizado em 14/12/22 às 10h10

Mutirão de limpeza em Samambaia ajuda no combate ao mosquito da dengue

Desde o início da semana, equipe atua nas ruas da cidade retirando entulhos, inservíveis e galhadas, consertando estragos causados por erosões e orientando as pessoas sobre os riscos do Aedes aegypti

Catarina Loiola, da Agência Brasília* | Edição: Chico Neto

Uma ação especial de limpeza e combate à dengue, iniciada nesta segunda-feira (12), segue firme em Samambaia. Com o nome de Natal Mais Limpo, o mutirão passará por todas as quadras da cidade até o fim deste mês, comunicando a população sobre os riscos do mosquito Aedes aegypti e limpando as principais áreas de risco.

 

Tratores e caminhões utilizados na operação: força-tarefa é importante no enfrentamento ao inseto que transmite a dengue | Foto: GDF Presente

“Com as chuvas intensas, a preocupação com a cidade aumenta, tanto com questões sanitárias, como a dengue, quanto em relação à mobilidade, na prevenção de alagamentos”, explica o administrador regional de Samambaia, Claudeci Martins.

O trabalho é coordenado em parceria pela administração local e pelo programa GDF Presente, com o apoio do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e da Vigilância Ambiental, da Secretaria de Saúde (SES). Mais de 30 pessoas foram mobilizadas para participar da força-tarefa, durante a qual foram utilizados caminhões trucados, caçambas e pás carregadeiras.

 

Limpeza da cidade

“Estamos fazendo uma limpeza geral, com a retirada de inservíveis, lixo verde, entulho, em suma, tudo o que pode servir de foco para o mosquito da dengue e trazer prejuízos à saúde da população”, afirma o coordenador do Polo Oeste do GDF Presente, Devanir Martins. Os esforços do primeiro dia de mutirão foram concentrados na QR-510.

Entre os trabalhos, está sendo feita a pintura dos meios-fios, além de fresagem e reformas de erosões em pontos de descarte irregular de lixo – serviço que consiste na limpeza dos buracos e, em seguida, no preenchimento do local com terra e resíduos de construção civil (RCC).

“Essas erosões, muitas vezes, acabam tendo lixo acumulado e poças d’água, o que é ruim para a população; com a remoção e o fechamento do local, conseguimos conter a erosão e evitar o empoçamento, entre outros problemas”, lembra a diretora de Obras da Administração Regional de Samambaia, Loyane Damares Souza. “Realizamos vistorias diárias, mas também consideramos os relatos registrados na Ouvidoria.”

O chefe do SLU de Samambaia, Aguedo Francisco da Silva, avalia que o trabalho conjunto aumenta a cobertura das ações e beneficia, sobretudo, os moradores da região. “A nossa parceria com a administração funciona muito bem, porque, na medida do possível, cooperamos com eles, e eles conosco”, pontua.

Outras ações

Nos dias 8 e 9 deste mês, foi feita a manutenção de duas bocas de lobo na Praça dos Três Poderes, com apoio de carros-pipa e carroceria, além de manutenções viárias nas ruas da Vila Planalto. Para os reparos nas principais ruas do bairro, foram utilizadas cerca de 15 toneladas de massa asfáltica.

Já em Santa Maria, o local em que será instalado uma nova unidade básica de saúde (UBS) passou por limpeza das áreas interna e externa, lavagem de pisos e paredes e capina. O antigo posto policial da Quadra 304/307, dará lugar a essa unidade. Doze pessoas participaram desse trabalho. “O espaço está limpo e pronto para receber a manutenção da Secretaria de Saúde”, assegura a administradora de Santa Maria, Marileide Romão.