Governo do Distrito Federal
13/01/23 às 17h36 - Atualizado em 13/01/23 às 17h36

Mais segurança e conforto na Ponte Honestino Guimarães

Com investimento de R$ 13,7 milhões, obras envolvem reforço estrutural, passarelas para pedestre mais amplas e iluminação pública em LED

Carolina Caraballo, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Boas notícias vindas da Ponte Honestino Guimarães: a passarela para pedestres que leva do Plano Piloto ao Lago Sul será devolvida à comunidade até o final do mês. E, a partir do dia 23, os trabalhos passam para o lado oposto da travessia, que terá uma das três faixas de rolamento interditada temporariamente. A modernização na obra de Oscar Niemeyer vai beneficiar as mais de 15 mil pessoas que passam pelo local diariamente.

 

Trabalhos incluem a construção de mais uma passagem para pedestres sob a ponte | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

As obras na Honestino Guimarães começaram no segundo semestre de 2021, sob a coordenação da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). O investimento de R$ 13,7 milhões prevê o reforço das estruturas, a modernização da iluminação e a reforma das passarelas, além da construção de outra passagem para pedestres sob a ponte, na cabeceira localizada no Lago Sul.

Durante quase um ano, os trabalhos se concentraram na parte interna da travessia de 450 m. Conserto de microfissuras, recobrimento de armaduras metálicas e tratamento do concreto recuperaram os antigos alicerces da ponte. “A Honestino Guimarães foi construída em 1975 e nunca tinha passado por uma grande intervenção”, conta o engenheiro civil Bruno Franco, responsável pela obra. “Essa reforma dará à ponte uma vida útil de 30 a 50 anos”.

 

 

Piso está sendo totalmente reformado, beneficiando motoristas e pedestres

Passarela ampliada

Os serviços alcançaram a superfície da ponte em março de 2022, com a interdição de uma das faixas de rolamento da pista no sentido Plano Piloto-Lago Sul. Novos guard rails foram instalados para dar mais segurança aos motoristas em caso de acidente. Além disso, a passagem para pedestres e ciclistas foi totalmente reformada. A passarela passou de 60 cm para 1 m de largura e ganhou postes com luminárias de LED.

“A faixa bloqueada foi liberada em dezembro, e a passarela está quase pronta”, afirma o chefe de Edificações da Novacap, Carlos Alberto Spies. “Falta apenas instalar o guarda-corpo na borda externa, que já está recebendo pintura”. A mesma reforma será feita na passarela que vai do Lago Sul para o Plano Piloto, no lado contrário da travessia.

“Quando a reforma terminar, vamos trocar as tubulações da Caesb [Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal] que abastecem de água o Lago Sul – esses dutos passam pelo interior das passarelas da ponte”, adianta Spies. “Essa obra deve durar 60 dias”. Os 500 metros de rede de aço serão substituídos por polietileno de alta densidade (Pead), material de alta durabilidade e maior resistência a impactos externos.

Quem transita pela Honestino Guimarães diariamente aprova as melhorias na travessia. É o caso do motoboy Emanuel Araújo, 22 anos. “Vai trazer mais segurança para todo mundo, motoristas e pedestres”, aponta. “Para quem dirige moto, então… Estou ansioso para ver a iluminação de LED funcionando dos dois lados da ponte”.