Governo do Distrito Federal
25/05/22 às 9h34 - Atualizado em 25/05/22 às 9h34

Licitação para reforma do Teatro Nacional será no dia 11 de julho

As obras começarão pela Sala Martins Pena, com investimento de R$ 54.029.412,22. O edital do certame e seus anexos devem ser retirados no site da Novacap a partir desta quarta (25)

Agência Brasília* | Edição: Claudio Fernandes

O Aviso de Retomada de Licitação para contratação de empresa especializada para execução da reforma da Sala Martins Pena, compreendendo a primeira etapa das obras do Teatro Nacional Claudio Santoro (TNCS), foi publicado nesta terça-feira (24) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). Com valor estimado em R$ 54.029.412,22, a contratação será feita por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec), responsável pela gestão do espaço.

A licitação será realizada em 11 de julho, às 9h, na sede da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Na ocasião, serão abertos os envelopes com as propostas concorrentes. O edital do certame e seus anexos devem ser retirados exclusivamente no site da Novacap a partir desta quarta-feira (25).

“Voltamos com todo fôlego para a retomada dessa obra vital para a economia e a cultura de Brasília”, comemora o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

A retomada de licitação para a Concorrência nº 002/2022 ocorre depois do julgamento do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), que considerou, por unanimidade, improcedente a representação feita por empresa que pedia a suspensão da licitação de reforma do teatro.

A Sala Martins Pena possui capacidade de 407 lugares, com poltronas desenhadas pelo arquiteto Sérgio Rodrigues | Fotos: Divulgação/Secec

Para a retomada, foram necessários alguns ajustes em itens técnicos, alterando o projeto básico, o edital e os anexos, que precisam ser baixados novamente pelas empresas.

“A população, em breve, poderá usufruir de um espaço totalmente reformado. Será feita reforma da Sala Martins Pena, contemplando acessibilidade, troca de revestimentos, poltronas, palco, alguns camarins, modernização da parte cenotécnica e luminotécnica. Além dos serviços específicos da sala, serão feitas intervenções na parte elétrica, sistema geral de ar-condicionado, incêndio e reforma do espaço Dercy Gonçalves”, anuncia Fernando Leite, presidente da Novacap.

Primeira etapa da reforma, a Sala Martins Pena será completamente reformada, abrindo o plano de trabalho para recuperação total do teatro que inclui, posteriormente, as salas Alberto Nepomuceno e Villa-Lobos.

Em janeiro deste ano, o governador, Ibaneis Rocha anunciou a obra, pelas redes sociais, rompendo quase uma década de palco vazio e luzes apagadas.

“Fechado há oito anos, vamos começar as obras para reabrir o Teatro Nacional Cláudio Santoro. Desde o primeiro dia do nosso governo, estamos resolvendo pendências deixadas por um projeto de reforma, buscando até mesmo financiamento externo”, afirmou o governador na ocasião.

A Sala Martins Pena

Inaugurada oficialmente em 1966, tem 407 lugares, palco de 235 m², com 12 m de abertura e 15 de profundidade, um elevador e 15 camarins. No foyer, conta com painel de azulejos de Athos Bulcão e é bastante utilizada para exposições. Possui um busto de Ludwig Van Beethoven, doado pela Embaixada da Alemanha. Destina-se a saraus, performances, lançamentos de livros, coquetéis e exposições, com área de 412 m².

Um dos destaques da Sala Martins Pena é a obra Painel Acústico, de Athos Bulcão, localizada na parede direita (visão do palco). A obra é formada por 23 conjuntos de quatro peças de madeira envernizada, fixadas no topo da parede, dispostos em alturas variáveis. A obra tem uma variação contínua de altos e baixos relevos e é de 1978. O estudo de cores dos estofados, carpete e cortinas é assinado pelo artista.

Serviço

Abertura de licitação para contratação de empresa especializada para execução da reforma da Sala Martins Pena

Edital e seus anexos devem ser retirados exclusivamente no site www.novacap.df.gov.br a partir desta quarta-feira (25)

Contatos: 3403-2321 ou 3403-2322 e e-mail dilic@novacap.df.gov.br

Abertura dos envelopes com as propostas: 11 de julho de 2022, às 9h


*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa