Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/08/20 às 14h08 - Atualizado em 12/08/20 às 14h08

Guerra aos buracos no Gama com 150 toneladas de asfalto

COMPARTILHAR

Desde segunda-feira, todos os dias, 15 toneladas de massa asfáltica seguem para a cidade. Tapar os buracos é a maior demanda dos moradores

 

 

| Foto: GDF Presente

GDF Presente, com apoio da Administração Regional do Gama, decidiu declarar guerra aos buracos espalhados pelas ruas da cidade. O programa montou uma força tarefa para reforçar o recapeamento das vias até o próximo dia 21, quando o programa estará na região administrativa. Até lá, as equipes do Polo Sul vão receber 150 toneladas de massa asfáltica para acelerar o trabalho.

A quantidade de massa asfáltica mandada para o Gama diariamente, uma média de 15 toneladas, é mais que o dobro do que o GDF Presente costuma receber para executar os serviços nas demais cidades, que costuma variar de três a seis toneladas por dia. “Mapeamos as quadras com mais buracos e fizemos um cronograma de ação para que todos sejam tapados”, afirma a administradora Joseane Araújo Feitosa Monteiro.

As operações tapa-buracos serão feitas tanto nas ruas principais quanto nas internas das quadras. O trabalho começou na última segunda- feira (10). Os esforços até agora estão concentrados nas quadras 31 e 40 do Setor Leste e 27 do Setor Central, onde a situação está mais crítica.

Lincoln Gonçalves Pinto, 38 anos, nasceu no Gama e até hoje mora na mesma casa, na quadra 31 do  Setor Leste. Ele disse que as ruas estavam intransitáveis. “Eles já começaram a trabalhar aqui e praticamente não tem mais buracos, o trânsito já está fluindo bem”, diz. Lincoln elogia a atual gestão do GDF. “Antigamente a gente via os buracos ficarem abertos por muito tempo. Agora não, a gente vê que estão trabalhando”.

Segundo Joseane, tapar os buracos é a maior demanda feita pelos moradores da cidade para a Ouvidoria da Administração. “Os buracos abrem do nada, mesmo sem chuvas. Além do GDF Presente, temos uma equipe de tapa-buracos da administração que percorre a cidade todo dia. O asfalto do Gama é velho”, afirma a administradora.

Restante da cidade

Apesar de priorizar o tapamento dos buracos, o Polo Sul tem equipes espalhadas por toda a cidade, inclusive na área rural. Duas delas estão na Ponte Alta Sul e Norte, onde as ruas de terra foram patroladas. O estacionamento do posto de saúde da Ponte Alta Sul, também sem asfalto,  recebeu melhorias feitas pelo programa. “Fizemos terraplanagem para nivelar o terreno e vamos jogar um fresado (pedaços de asfalto) para diminuir a poeira e melhorar a qualidade de vida daquela população”, conta o coordenador do Polo Sul, Germano Guedes.

Com apoio da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Serviço de Limpeza Urbana (SLU),  Administração do Plano Piloto e a Vigilância Ambiental, o Polo Central Adjacente 1 do GDF Presente fez uma grande ação de limpeza na quadra 5 do Setor Comercial Sul e adjacências. A quadra recebeu capinação, poda de árvores, varrição, retirada de entulhos, lavagem das calçadas e desratização.

Nesta quarta-feira (12), a Fercal vai receber os serviços do GDF Presente. As equipes do Polo Norte concluíram as melhorias feitas em Sobradinho 2, com a retirada de entulhos na Avenida Contorno, na região do Buritizinho, e enviaram os caminhões para a próxima região administrativa a receber ações do mutirão.