Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
28/02/20 às 9h21 - Atualizado em 28/02/20 às 9h22

Governo promove ações integradas no combate à dengue

COMPARTILHAR

Cidades estão agindo contra focos do mosquito em paradas de ônibus e sucatas de carros

 

Um mutirão contra a dengue está atuando em todas as cidades do Distrito Federal, isso porque o governo tem integrado todos os órgãos para o combate ao mosquito Aedes aegypti. Assim, nesta quinta-feira (27), foram expostos alguns pontos de mapeamento para a maior segurança da população.

 

Esse foi o segundo encontro realizado em menos de 10 dias, fruto de uma convocação do vice-governador, Paco Britto, para mostrar os planejamentos e ações do GDF.

 

Paradas de ônibus, sucatas, casas abandonadas são alguns dos focos das operações que as Administrações Regionais estão realizando em conjunto com as pastas de saúde, segurança, assim como a Secretaria de Governo, por meio das Secretarias Executivas das Cidades e Políticas Públicas, o DF Legal, o SLU, a Vigilância Ambiental, o Corpo de Bombeiros, a Novacap, o DER e outros.

 

Desde o ano passado, algumas atividades já estão sendo executadas, como as tendas de hidratação. Estas atenderam, entre os dias 15 a 26 de fevereiro, 1.374 pessoas. A região Centro-Sul foi a que obteve o maior número de atendimentos, sendo 217 ao longo desse período.

 

Cada RA explanou as metas que estão alcançando, o que é visto de forma muito positiva pela secretária executiva da Políticas Públicas, Meire Mota. “Existe um esforço muito grande do governo em organizar e limpar as cidades para retirar esses focos da dengue. O objetivo é proteger a nossa população”, disse a secretária.

 

E uma boa notícia foi apresentada, a instalação da Sala Distrital Permanente de Coordenação e Controle das Ações de Enfrentamento às Doenças Transmitidas pelo Aedes. Já está em funcionamento no qual busca integrar todos os órgãos e dar prioridades às operações contra o mosquito. Essa sala, segundo o secretário executivo das cidades, Fernando Leite, é essencial para o trabalho nas Administrações.

 

“O governo acontece nas cidades e a dengue também. Então, no instante que os administradores comprarem esse movimento como fundamental, como já estão fazendo, aí sim iremos combater a dengue com ações planejadas”, afirma Leite.

 

Fonte: Ana Paula Lima / Secretaria Executiva das Cidades