Governo do Distrito Federal
22/11/22 às 9h35 - Atualizado em 22/11/22 às 9h35

GDF presta assistência aos moradores do Sol Nascente/Pôr do Sol

Dezessete órgãos do governo montaram força-tarefa para auxiliar as famílias impactadas com o transbordo de uma bacia de contenção no último sábado (19)

Agência Brasília* | Edição: Carolina Lobo

O Governo do Distrito Federal (GDF) montou uma força-tarefa reunindo 17 órgãos com o objetivo de reduzir danos, amparar moradores e prever acontecimentos futuros ocasionados pelo período chuvoso, como o que ocorreu no último sábado (19), na região do Sol Nascente/Pôr do Sol. Casas foram derrubadas e veículos levados pela força da enxurrada ocasionada pelo transbordo de uma bacia de contenção devido ao acúmulo de lixo.

Em reunião nesta segunda-feira (21), o grupo de trabalho definiu oito frentes de execução de serviços com soluções e direcionamentos de ações a serem desempenhadas.

 

Em reunião nesta segunda (21), o grupo de trabalho definiu oito frentes de execução de serviços com soluções e direcionamentos de ações a serem desempenhadas | Fotos: Divulgação/Segov

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, destaca o trabalho das equipes, coordenado pela Secretaria de Governo, e ressalta o papel do Executivo local no cuidado com a população do DF. “Nós estamos reunindo diversos órgãos do Distrito Federal para que a gente possa dar atenção direta e contínua a toda população que está sofrendo com as chuvas. Boa parte dessas casas que foram levadas por esse transbordo da bacia estava em área irregular. Mas quem estava ali é porque tem necessidade de moradia e nós vamos fazer tudo para atender toda essa população em dificuldade”, explica.

Ibaneis Rocha observa que existem outras áreas do Distrito Federal que ainda não receberam obras, como o Trecho 3 do Sol Nascente, mas que o poder público vai trabalhar para minimizar os impactos das chuvas. “Temos que dar uma estrutura para essas famílias até que as obras de urbanização cheguem a todas essas áreas. Estamos montando essa equipe exatamente para isso, para que a gente tenha um atendimento emergencial para todas essas famílias”, frisa.

 

 

O secretário José Humberto Pires afirma: “Nós temos 12 áreas de vulnerabilidade social no DF e essas áreas estão sendo monitoradas pela Defesa Civil. Em cada área que houver risco iminente, o governo estará pronto para agir”

 

O grupo de trabalho é coordenado pela Secretaria de Governo, que reforçou o compromisso do GDF em cuidar da população, especialmente neste momento de necessidade. O secretário da pasta, José Humberto Pires, tranquilizou a população local: “O que eu senti hoje foi uma vontade total de todos em colaborar.”

“Nós temos 12 áreas de vulnerabilidade social no DF e essas áreas estão sendo monitoradas pela Defesa Civil. Em cada área que houver risco iminente, o governo estará pronto para agir, minimizando os efeitos da população”, afirma José Humberto Pires.