Governo do Distrito Federal
27/05/22 às 11h21 - Atualizado em 27/05/22 às 11h21

GDF Presente limpa bocas de lobo da Estrutural

Além de 12 bueiros desobstruídos até quarta-feira (25), foram retiradas três toneladas de lixo, incluindo brinquedos, móveis, roupas e entulho da Quadra 2

Catarina Lima, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Até  sábado (28), o GDF Presente promove ação para limpeza das bocas de lobo da Cidade Estrutural. O trabalho de desobstrução começou na semana passada, dando prioridade aos bueiros que apresentavam maior quantidade de entulho.

Equipe coordenada pelo GDF Presente já fez a limpeza de 12 bocas de lobo na Estrutural | Fotos: Tony Oliveira / Agência Brasília

Uma das localidades em que as bocas de lobo estavam mais comprometidas era a Quadra 2, do Setor Oeste, na Avenida Cabeceira do Vale. O coordenador do Polo Central do GDF Presente, Dione Rodrigues Arruda, destacou a grande quantidade de entulho e inservíveis que foram retirados do local: “Encontramos sapatos de criança, roupas, sofás e brinquedos. Ao todo, foram três toneladas de lixo retiradas”. Até quarta-feira (25), foram desobstruídas 12 bocas de lobo no local.

De acordo com o coordenador, a ação será concluída com a limpeza das ruas da Cidade do Automóvel, local onde haverá uma corrida no domingo (29). “Vamos deixar tudo limpo”, adiantou Dione. O trabalho é executado pelo projeto Mãos Dadas, uma parceria do GDF com a Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap), órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

O administrador regional da SCIA/Estrutural, Alceu Prestes, lembra que a região administrativa teve origem em uma invasão e que algumas quadras ainda não possuem redes pluviais, o que facilita a formação de enxurradas.

“Por isso é tão importante o serviço de prevenção aos possíveis transtornos causados pelas chuvas”, afirma. “Todo esse trabalho não pode ser em vão. A população precisa colaborar, não jogar lixo na rua, armazenar bem seus resíduos e respeitar os horários de coleta do SLU [Serviço de Limpeza Urbana]”, completa.

O morador da Estrutural Sebastião Ferreira, 39 anos, ressalta o alcance da ação: ““É um trabalho muito bom e importante. Sempre que acontece, é muito bem-vindo”, opina. Para combater a colocação de lixo nas ruas por parte da população, ele sugere campanhas de conscientização.