Governo do Distrito Federal
24/03/22 às 10h08 - Atualizado em 24/03/22 às 10h08

GDF Presente deixa quadras de Ceilândia mais limpas para evitar doenças

Equipes removeram 32 toneladas de entulho, na QNM e na EQNM, colaborando para que áreas residenciais não sejam foco do mosquito transmissor da dengue nem de animais peçonhentos

Trinta e duas toneladas de entulhos foram removidas das ruas de Ceilândia pelas equipes do GDF Presente. A ação, concentrada na QNM 15 e na EQNM 19/21, deixou essas regiões mais limpas para os moradores, evitando assim a proliferação de ratos, escorpiões e também do mosquito Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e zika.

Caminhões e escavadeiras foram utilizados na operação | Fotos: GDF Presente
Para esse trabalho em específico, foram utilizados caminhões e escavadeiras, tudo para não deixar restos de galhos, móveis e materiais de construção pelas ruas. Foi mais uma ação para assegurar que a comunidade mantenha a cidade e a própria saúde em boas condições.

“Ceilândia está prestes a completar mais um aniversário e tem recebido uma megaoperação de limpeza, com a retirada de entulho em vários pontos da cidade, assim como o serviço de roçagem”, afirma o administrador da cidade, Fernando Fernandes. “[Esse é] um trabalho que deixa a cidade mais bonita e evita a transmissão de doenças.” Ele aproveita para reforçar um apelo: “Pedimos à população que não descarte lixo e entulho em locais inapropriados”.

Retirada de entulho, restos de galhos e podas: ruas limpas e saúde preservada

As 32 toneladas de lixo retiradas das ruas correspondem aproximadamente ao peso de 32 carros populares. Trata-se de uma missão frequente desempenhada pelos profissionais que atuam no GDF Presente. “A limpeza melhora a qualidade de vida da vizinhança, que passa a ter um ambiente mais agradável”, ressalta o coordenador do Polo Oeste II do programa, Elton Walcacer.

Ian Ferraz, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto