Governo do Distrito Federal
3/05/22 às 10h10 - Atualizado em 3/05/22 às 10h10

GDF Presente constrói 30 metros de calçada na QNL 2 de Taguatinga

Obra foi motivada por pedido de moradores via ouvidoria e abaixo-assinado e está prevista para ser concluída nesta terça-feira (3)

Lúcio Flávio, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

São 30 metros de calçada que vão mudar a vida de moradores da QNL 2, em Taguatinga. Parece exagero, mas não é. Mais uma obra do GDF Presente no Distrito Federal, o passeio construído entre uma pequena praça conhecida por sua simbólica cruz e enorme atacadão, além de conforto, vai garantir segurança e qualidade de vida aos pedestres que circulam pelo local. Sobretudo à noite e no período chuvoso, quando o gramado rente ao alambrado do comércio encharca, causando acidentes.

Abaixo-assinado e pedidos de moradores à ouvidoria da Administração de Taguatinga motivaram a obra, que vai assegurar mais segurança e qualidade de vida aos pedestres | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

“Eu mesmo já escorreguei ali uma vez e conheço outras pessoas que também caíram”, conta a moradora da quadra E Ana Clara Lacerda, 57 anos, desde os 11 morando no setor. “Então é excelente essa obra. Vai melhorar muito para todo mundo, principalmente para quem faz uso da parada de ônibus”, elogia.

A obra foi motivada por um abaixo-assinado e solicitações feitas por vários moradores via ouvidoria da Administração de Taguatinga. Um desses pedidos foi feito pelo aposentado José Araújo de Lima, 78 anos, orgulhoso de ser pioneiro da quadra H da QNL 2.

O aposentado José Araújo de Lima, 78 anos, elogiou a rapidez do início dos trabalhos depois das solicitações dos moradores

“Quando cheguei aqui, só tinha três casas”, recorda ele, que ficou surpreso com a rapidez do ritmo dos trabalhos no local,  iniciados na última segunda-feira (25). “O governo está de parabéns. Há três meses que nos organizamos para pedir que essa calçada fosse feita, e não demorou muito para a movimentação começar aqui”, agradece.

Cerca de quatro homens trabalham no local. Pelo menos 60% da obra já foi executada por operários da própria administração de Taguatinga. A expectativa é de que o serviço seja concluído nesta terça-feira (3). Para o coordenador do Polo Oeste II do GDF Presente, Elton Walcacer, trata-se de uma demanda essencial para o bem-estar dos moradores da região.

“Muitos moradores usam a parada de ônibus e compram nesse atacadão. Boa parte dava uma volta danada para não pisar na terra ou na lama, transtornos que agora vão acabar”, explica o servidor. “Essa é uma das iniciativas do GDF Presente, garantir o direito de ir e vir das pessoas com tranquilidade”, reforça.

Segundo o administrador de Taguatinga, Ezequias Pereira, nos últimos 18 meses já foi construído o equivalente a 60 quilômetros de calçadas em várias partes da cidade, assim como 20 novos estacionamentos. Intervenções urbanas aparentemente pequenas, mas de grande impacto social e humano.

“Ledo engano achar que a construção ou reforma de calçadas seja uma obra menor”, observa gestor. “A comunidade sempre nos aciona para reparar uma calçada quebrada, um buraco na rua ou um bueiro sem tampa, o que pode provocar acidentes. Em todos esses exemplos, estamos oferecendo acessibilidade, mais agilidade no trânsito e segurança aos pedestres”, salienta.