Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/05/21 às 10h42 - Atualizado em 17/05/21 às 10h43

GDF já construiu quase 200 quebra-molas no Recanto das Emas

COMPARTILHAR

Muitos deles foram instalados próximos a escolas, postos de saúde e avenidas que cruzam a cidade, dando mais segurança ao trânsito e a pedestres

 

A alta velocidade com que os carros passavam por uma rua da Quadra 813 do Recanto das Emas preocupava os moradores da região. A pista larga e de fluxo livre era um atrativo para os excessos, colocando em risco a segurança dos pedestres. Servidor público, José Onésimo Rodrigues, 53 anos, decidiu fazer um abaixo-assinado e demandar ao Governo do Distrito Federal (GDF) a construção de um quebra-molas na via.

 

A construção dos quebra-molas do Recanto das Emas é feita pela administração regional, que cria e submete à aprovação do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) um projeto de instalação | Foto: Lúcio Bernardo Jr / Agência Brasília

 

Nessa semana, o pedido da comunidade foi atendido e o redutor de velocidade instalado. A ondulação na pista soma-se às quase 200 que a região já recebeu desde janeiro de 2019. Parte delas está próxima a pontos de maior circulação de pedestres e motoristas, como escolas, unidades de saúde e cruzamentos de avenidas.

 

“A obra foi de manhã, e à tarde já dava para sentir de dentro de casa como o barulho de movimentação dos carros diminuiu”, conta Onésimo. “Antes, até sair de ré da garagem era uma tensão. Agora, além de segurança, teremos mais conforto”, completa.

 

A parte das sinalizações verticais (pinturas no chão) e horizontais (placas) fica a cargo do Detran-DF | Foto: Lúcio Bernardo Jr / Agência Brasília

A construção dos quebra-molas do Recanto das Emas é feita pela administração regional, que cria e submete à aprovação do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) um projeto de instalação.

 

Autorizada, a obra é feita, ficando o órgão de trânsito, posteriormente, a parte das sinalizações verticais (pinturas no chão) e horizontais (placas).

Administrador regional do Recanto das Emas, Carlos Dalvan comemora as intervenções realizadas em diversos pontos da cidade.

 

“Procuramos atuar com o apoio da comunidade, mas é importante que ela aproveite e preserve a mobilidade, permitindo que a cidade trabalhe o desenvolvimento urbano necessário”, diz ele.

 

Na Quadra 202, que também ganhou quebra-molas, a dona de casa Maria de Lourdes, 52 anos, também gostou da nova sinalização de trânsito na sua rua. “Moro aqui há 17 anos e sofria com o perigo constante que a alta velocidade dos carros oferecia às crianças. Eles nos trouxeram muita segurança”, garante a mulher.

 

HÉDIO FERREIRA JÚNIOR, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON