Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
30/06/23 às 9h35 - Atualizado em 30/06/23 às 9h35

GDF instala alojamento emergencial para pessoas em situação de rua

Unidades provisórias vão funcionar no Plano Piloto e no Gama

Agência Brasília* | Edição: Saulo Moreno

Em virtude da previsão de queda acentuada nas temperaturas, a Defesa Civil emitiu alerta laranja na tarde desta quinta-feira (29). Em uma ação rápida e programada, a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) instalou o alojamento emergencial para pessoas em situação de rua se protegerem do frio. A ação ocorre em dois locais: Ginásio Bezerrinho (Gama) e na Escola do Parque da Cidade (Proem), na Quadra 909 da Asa Sul.

“Estávamos preparados para agir imediatamente caso as forças de segurança emitissem o alerta. Assim que fomos acionados, as equipes foram deslocadas com o material necessário para iniciar essa operação que, a exemplo do ano passado, estamos chamando de Ação Contra o Frio”, destaca a secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

A atuação está prevista para durar quatro dias, sempre das 19h às 7h, com possibilidade de ser prorrogada, caso o frio perdure por mais tempo. As unidades já estão em funcionamento com 100 vagas no Proem e 40 no Bezerrinho.

Os profissionais do Serviço Especializado de Abordagem Social (Seas) estão nas ruas orientando e encaminhando as pessoas que aceitarem ir para esses locais. Lá, estão assegurados a cada uma delas o jantar, o café da manhã, um kit para higiene pessoal, um cobertor e um colchonete.

A ação conta com apoio das secretarias de Governo e de Educação, bem como das administrações regionais do Plano Piloto e do Gama.

“A missão primordial do governo é cuidar das pessoas e atender suas necessidades. Por isso, o Governo do Distrito Federal (GDF) já vinha monitorando, junto aos institutos de meteorologia, as possíveis chegadas de frentes frias, para adotarmos de imediato as medidas cabíveis no sentido de assistir às pessoas em situação de vulnerabilidade, sobretudo, os moradores de rua”, declara o secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo.

No ano passado, em meio à frente fria, os espaços públicos abertos pelo GDF receberam mais de 500 pernoites da população em situação de rua.

Ao longo do período de atividades, foram servidas 600 refeições, entre lanche da noite e café da manhã, sem falar na alimentação preparada por grupos da sociedade civil, que ajudou a aquecer as noites frias. A população doou mais de 500 quilos de roupas, que foram entregues às pessoas que buscaram o alojamento.

*Com informações da Sedes-DF