Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
22/04/24 às 11h42 - Atualizado em 22/04/24 às 11h42

GDF inicia reforma da Praça do Relógio, referência em Taguatinga

Com investimento de quase R$ 6 milhões, importante ponto de encontro da cidade passará por modernização com mais acessibilidade e mudanças na iluminação e no paisagismo

Por Ana Flávia Castro, da Agência Brasília | Edição: Chico Neto

Começaram, nesta semana, as obras de modernização da Praça do Relógio, ponto histórico mais famoso de Taguatinga. O Governo do Distrito Federal (GDF) investe R$ 5,5 milhões na reforma da praça mais importante da cidade, que é referência em manifestações culturais, artísticas e de lazer.

 

Obras estão em andamento para recompor e valorizar o cenário mais icônico de Taguatinga | Fotos: Geovana Albuquerque/Agência Brasília

 

Entre as mudanças previstas, estão novas ferramentas de acessibilidade, mais iluminação, paisagismo, instalação de bancos e lixeiras, além da conexão com o projeto do boulevard acima do Túnel Rei Pelé, inaugurado em junho de 2023.

Pedido antigo da população, o projeto de renovação da praça foi desenvolvido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) e será executado pela Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal (SODF).

Ponto de encontro

Titular da SODF, Valter Casimiro lembra que recuperar os principais centros comerciais é uma tônica desta gestão: “Foi assim com a W3 Sul, Setor de Rádio e TV Sul, Setor Hospitalar Sul, Setor Comercial Sul e as avenidas Hélio Prates e Paranoá. Agora, estamos levando essas melhorias ao centro de Taguatinga. Temos o boulevard, calçadas novas, amplas e acessíveis em frente aos comércios e, agora, a cereja do bolo que é a requalificação completa da Praça do Relógio”.

A fonte luminosa, o espelho-d’água e os canteiros também serão reformados. Parte do piso de pedra portuguesa será substituída por um pavimento rígido de concreto, utilizado nas obras citadas pelo secretário. Essas estruturas têm maior durabilidade e firmeza, e a mudança garante menos gastos com manutenção e mais segurança para pessoas com deficiência.

Para além do espaço físico que conecta as quadras de Taguatinga, onde milhares de pessoas circulam de ônibus e metrô, o local é um ponto de encontro especial da região administrativa.

“Vamos fazer bancos de concreto para as pessoas sentarem, locais para jogos de xadrez e dama, e plantar um jardim mais colorido, para dar uma característica mais agradável à praça”, descreve o engenheiro Luiz Nogueira, responsável pela execução da obra. “Eu nasci aqui em Taguatinga, cresci aqui, e estar aqui reformando essa praça é uma coisa que marca a minha história, a minha infância nesta cidade.”

Identidade local

O administrador de Taguatinga, Renato Andrade, ressalta o objetivo de enaltecer o ponto histórico da cidade. “Todo mundo de Taguatinga tem muito orgulho desse local”, pontua. “É uma praça que acabou ocupada por moradores em situação de rua, e o governo vai devolver essa praça para a comunidade. Vai ser mais um dos pontos turísticos reformados aqui na nossa cidade”.

O fim da sensação de insegurança com o início das obras também é um atrativo que agrada Anderson Teotônio Silva, 23, que trabalha em um dos quiosques nas proximidades do espaço. Ele não costumava frequentar o local, com medo de estar sujeito à criminalidade.

“Essa renovação vai trazer mais segurança para nós, que passamos aqui todos os dias”, comemora o jovem. “Depois disso, com certeza, vou passar a frequentar. Ainda mais com a área de lazer. É um local com muitas árvores, tem uma sombra muito boa, especialmente à tarde. Além disso, vai ajudar bastante o comércio aqui na região.”