Governo do Distrito Federal
19/04/22 às 9h11 - Atualizado em 19/04/22 às 9h11

GDF apresenta Plano pela Paz nas Escolas a secretários de todo o país

A violência escolar e a necessidade de políticas intersetoriais para o enfrentamento da situação foram outros temas abordados na reunião do Consed nesta segunda (18)

Agência Brasília* | Edição: Carolina Lobo

A secretária de Educação do Distrito Federal, Hélvia Paranaguá, participou, nesta segunda-feira (18), em Brasília, da reunião do Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed). A violência escolar – problema que ocorre em vários estados – e a necessidade de políticas intersetoriais para o enfrentamento da situação foram temas abordados na ocasião.

Consed se reúne em Brasília | Fotos: Álvaro Henrique/SEEDF

A titular da Secretaria de Educação foi convidada pelo presidente do Consed, Vitor de Angelo, a falar sobre o Plano de Urgência pela Paz nas Escolas. Justamente por ter sido construído em uma articulação que envolve diversas pastas, o plano chamou a atenção dos participantes. As ações no DF reúnem as secretarias da Educação, de Segurança, da Saúde, de Justiça e Cidadania, de Esporte e Lazer, e de Juventude.

De imediato, foram levadas a 126 escolas, nas quais foi detectado o maior número de casos de brigas e agressões entre estudantes. Entre as iniciativas, estão as práticas de saúde integrativas, como o programa de Saúde Escolar, e as práticas integradas complementares, que envolvem atendimento com psicólogos e debates entre os alunos. “Os resultados estão sendo positivos. Surgiu como um projeto-piloto, mas vamos avançar para todas as escolas da rede”, afirmou.

Além dos programas, outra ação que será realizada é o Caderno de Convivência Escolar e Cultura de Paz, que estará nesta semana em todas as escolas do DF. A prevenção contará também com revista nos pertences dos estudantes e/ou nas salas de aula, sempre que a direção da escola solicitar, além do reforço no policiamento, por meio do Batalhão Escolar, rodas de conversa e atividades pedagógicas nas unidades de ensino.

O presidente do Consed destacou a importância do colegiado e lembrou que o período da pandemia da covid-19 deixou extremamente claro o papel articulador e o poder agregador do Conselho. “O Consed está inteiramente à disposição de todos os secretários estaduais de Educação, para facilitar a gestão também nesses meses finais. Faremos tudo que estiver ao nosso alcance para contribuir”, afirmou.

A reunião – segunda ordinária e a primeira presencial do ano – também proporcionou que os novos secretários ou seus representantes se apresentassem a seus pares. Nos estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Maranhão, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo, os antigos titulares saíram para concorrer nas eleições de 2022.

Cada um dos participantes fez um rápido balanço sobre a gestão e falou sobre os planos para os próximos meses.

Nesta segunda (18), à noite, no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, será realizada a entrega do Prêmio Paulo Freire de Jornalismo 2021/2022. A iniciativa é do Consed, com apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) no Brasil. O objetivo é premiar trabalhos jornalísticos que tenham abordado o tema Educação Pública na Pandemia: inovação para manter a aprendizagem e o vínculo do aluno nas escolas das redes estaduais.

*Com informações da Secretaria de Educação