Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
26/09/23 às 10h30 - Atualizado em 26/09/23 às 10h30

GDF adapta projetos para construir dois hospitais e abrir 260 leitos

Licitação dos hospitais Clínico Ortopédico, no Guará, e do Recanto das Emas serão retomadas em até 30 dias. Investimento nas duas unidades ultrapassa R$ 331 milhões

Ian Ferraz, da Agência Brasília | Edição: Saulo Moreno

O Governo do Distrito Federal (GDF) trabalha nas alterações e complementações para retomar a licitação dos hospitais do Recanto das Emas (HRE) e Clínico Ortopédico do Guará (HCO). O processo com as recomendações do Tribunal de Contas (TCDF) chegou nesta segunda-feira (25) à Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que deve publicar o certame em até 30 dias.

‌Serão incluídas informações sobre a estética dos projetos arquitetônicos, as empresas contratadas deverão apresentar os custos unitários dos insumos e da mão de obra, além de desenhos e especificações dos memoriais das obras, entre outras.

‌“É um total de sete ações, tanto na documentação técnica quanto no edital e na minuta de contrato. A Novacap elaborou o anteprojeto a partir das necessidades da Secretaria de Saúde, vai fazer a licitação, a contratação e acompanhar a obra até ela ser entregue para a pasta”, detalha a engenheira da Novacap, Maruska Holanda.

A construção dos hospitais atende ao regime de contratação integrada. Esse modelo permite a contratação da obra juntamente com o projeto e o fornecimento de instalação de equipamentos de maneira que, ao final, seja possível colocar o hospital em operação por completo. “É mais célere, pois o projeto é detalhado no contrato. A lei permite esse regime para obras complexas e que sugerem inovações e liberdades na metodologia construtiva”, acrescenta Maruska. Os viadutos em construção na EPIG seguem um modelo semelhante a esse.

‌“No máximo em 30 dias o processo estará na rua para abrir a licitação. São obras grandes e há previsão de mais dois hospitais, um no Gama e outro em São Sebastião. São quatro hospitais a serem construídos: Guará, Recanto das Emas, Gama e São Sebastião. Também estamos tratando do Hospital Oncológico, que vai continuar a obra e terminar dentro desse governo. É mais um projeto importante”, acrescenta o diretor de Edificações, Carlos Alberto Spies.

Conheça as unidades

‌O Hospital do Recanto das Emas (HRE) terá 100 leitos de internação, sendo 60 para clínica médica, 30 para clínica pediátrica e 10 para UTI pediátrica. A proposta assistencial é voltada justamente para o atendimento clínico adulto e pediátrico, inclusive com cirurgia pediátrica. Com área construída de 16,7 mil metros quadrados, a unidade terá investimento de R$ 144 milhões e será erguida na Quadra 104 da cidade.

Já o Hospital Clínico Ortopédico (HCO) terá 160 leitos, sendo 90 ortopédico, 50 clínico adulto e 20 UTIs adulto. O investimento estimado é de R$ 186 milhões e o centro médico deve ser construído em uma área de 23,4 mil metros quadrados em um terreno na QE 23 do Sria II, às margens da Avenida Contorno e a menos de dois quilômetros das duas estações de metrô da cidade.