Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/20 às 13h52 - Atualizado em 10/03/20 às 13h52

Feira de Taguatinga recebe Programas Feira Legal e GDF Presente

COMPARTILHAR

Até sexta-feira (13) a feira receberá vários serviços. São 130 boxes

 

Uma das feiras permanentes mais antigas do Distrito Federal receberá serviços de poda de árvores, limpeza, pintura de faixa de pedestre, conserto de equipamentos, como parquinhos e alambrado, entre outros serviços.

 

 

Até sexta-feira (13), uma força-tarefa da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Administração Regional de Taguatinga, Serviço de Limpeza Urbana (SLU) e Departamento de Trânsito (Detran) dará uma repaginada no espaço comercial que é uma tradição dos moradores da QNL há 42 anos.

 

O mutirão de órgãos públicos desembarcou na Feira Permanente de Taguatinga nesta segunda-feira (9) e faz parte dos Programas GDF Presente e Feira Legal, da Secretaria Executiva da Cidade da Secretaria de Estado de Governo do DF, que vem atuando nesses pontos comerciais de varejo em todo o Distrito Federal.

 

A data do lançamento – segunda-feira – foi escolhida por dois motivos. Como neste dia a feira está fechada, não há visitação. Então, nesse caso, as equipes trabalharam mais à vontade e puderam executar a parte que é considera a mais densa do serviço: poda de árvores, a limpeza do lugar e pintura e recolhimento de inservíveis.

 

Por isso, em vez de mercadoria nas prateleiras e no balcão dos 130 boxes da Feira Permanente da QNL de Taguatinga, o que se via nesta segunda era retroescavadeira, caminhão, caminhão-pipa em vez de gente e carro circulando em busca de um produto para levar para casa.

 

 

Responsável pela recuperação das paradas de ônibus perto da feira, o gerente de Manutenção da Divisão de Obras da Administração Regional de Taguatinga, Adilson Teixeira de Sousa, tratou de destacar a participação dos feirantes no mutirão de benfeitorias que é realizado feira. “Os feirantes se preocuparam até com a parte externa. Eles doaram a tinta para pintar as paradas. A gente só arcou com o profissional para realizar a pintura”, revelou Adilson.

 

Mesmo no único dia de folga, o dono da Peixaria Maranhense, Osmar Saraiva, 69 anos, aproveitou que mora perto e foi lá acompanhar os serviços. Para ele, os comerciantes só têm a ganhar com um centro de bancas limpo e bem cuidado. E termina fazendo um pedido: “Tem de ter [o mutirão de serviços] sempre”.

 

 

Quem também esteve durante todo o primeiro dia do Feira Limpa foi a presidente da Associação da Feira Permanente de Taguatinga, Katiane Sandra. Ela não escondia a felicidade com a chegada do mutirão de serviços. “Aqui teve um ou outro reparo básico. Mas ação como essa nunca. Vai ficar uma maravilha”, afirma.

 

Fonte: Agência Brasília