Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
22/11/21 às 9h43 - Atualizado em 22/11/21 às 9h43

Evite jogar lixo nas ruas e ajude a manter limpa sua cidade

COMPARTILHAR

Em Ceilândia, equipes do GDF Presente e da administração local recolhem, em uma única quadra, 40 toneladas de descarte em área irregular

Antes que os grandes temporais de dezembro se aproximem, o GDF Presente intensifica as ações preventivas nas cidades. Em Ceilândia, os trabalhos estiveram centrados em recuperação de vias, poda de árvores e recolhimento de entulhos.

 

Entulhos removidos: área utilizada como lixão passa por manutenção constante | Fotos: GDF Presente

Mais de 10 toneladas de massa asfáltica foram usadas somente nas avenidas M1 e M2, duas das principais vias da cidade. O recolhimento de entulho também foi reforçado, e, em apenas uma quadra, 40 toneladas de inservíveis foram retiradas das ruas. Com isso, evita-se a proliferação de animais peçonhentos, ratos e mosquitos da dengue.

Equipes atuaram na pavimentação de diversas vias de Ceilândia

O gerente de obras da Administração Regional de Ceilândia, Welington Carlos Santos, lembra que as ações empreendidas são fundamentais para a melhoria da qualidade de vida da população local. “Estamos atendendo os pedidos da comunidade, principalmente na questão da manutenção das vias”, explica.

O gestor também atenta que a limpeza da cidade é uma ação prioritária que precisa constantemente ser reforçada, principalmente nas vias de maior circulação. O serviço de manutenção das áreas públicas é feito semanalmente e inclui ainda a remoção de entulhos, poda de árvores, recolhimento de galhos e limpeza de bocas de lobo. “Infelizmente, a população ainda descarta muito lixo nas vias”, alerta.

O administrador de Ceilândia, Fernando Fernandes, também observa que a comunidade pode ajudar a manter a cidade limpa. “Peço a colaboração da população para evitar jogar resíduos nas vias”, diz. “Já encontramos de tudo nessas redes, de absorvente íntimo a pneu de automóvel”. Segundo ele, é grande o volume de lixo doméstico encontrado nos bueiros.  “Uma rede entupida é problema para toda a comunidade”, aponta Fernandes. “O lixo pode ser colocado em sacola para ser recolhido, e há áreas destinadas na cidade para a colocação de entulho. Juntos construiremos uma cidade cada vez melhor.”

Em apenas uma quadra na Área Especial da QNM 14, as equipes do Polo Oeste II e da administração local retiraram mais de 40 toneladas de entulhos. O local, que tem sido utilizado como uma espécie de “lixão”, passa por limpeza constante para evitar o acúmulo de entulho e inservíveis, descartados irregularmente.