Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
21/02/24 às 10h23 - Atualizado em 21/02/24 às 10h23

Evento marca a entrega oficial do Cras Porto Rico, a 31ª unidade do DF

Desde o início do funcionamento, em 29 de novembro, o novo equipamento público, que fica na região de Santa Maria, realizou cerca de 250 atendimentos socioassistenciais

Agência Brasília* I Edição: Débora Cronemberger

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) realizou nesta terça-feira (20) a entrega oficial do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Porto Rico. Localizada na região de Santa Maria, a nova unidade começou a atender a comunidade de Porto Rico em 29 de novembro. O evento desta terça foi simbólico para marcar a inauguração do 31º Cras do Distrito Federal. A nova unidade está instalada no Condomínio Porto Rico, 1º etapa, Conjunto F, Casa 9.

O Cras é a porta de entrada da população de maior vulnerabilidade para os programas socioassistenciais oferecidos pelo GDF | Fotos: Renato Raphael/Sedes

“Avançamos bastante com a construção desse Cras em Porto Rico. Se tem uma coisa que não existe nessa gestão é temor. Encaramos as dificuldades, colocamos mais efetivo, ultrapassamos barreiras. Aos servidores, quero agradecer o empenho aqui desde novembro. E dizer que o Cras é a porta de entrada da assistência social, mas também é a porta de saída, porque é por meio do Cras que conseguimos trazer também o resgate da autonomia do indivíduo, das famílias. E isso faz a diferença”, comemora a primeira-dama do Distrito Federal Mayara Noronha Rocha, em discurso na solenidade de entrega oficial do Cras Porto Rico.

Desde o início do funcionamento, o Cras Porto Rico realizou cerca de 250 atendimentos socioassistenciais, que incluem oferta de benefícios, além dos acompanhamentos das famílias realizados pelos especialistas. Segundo a gerente da unidade, Zilmaria Alves da Silva, atualmente, são realizados cerca de 30 atendimentos por dia na unidade.

Evento desta terça (20) marca a inauguração do 31º Cras do Distrito Federal, que contou com a presença da primeira-dama Mayara Noronha Rocha

“A população do Porto Rico têm muito carinho com a gente. Eles têm muita gratidão pela abertura do Cras, que é uma entrega bem importante. Somos todas servidoras mulheres aqui, quatro agentes sociais e três especialistas, além da gerente. A minha expectativa é dar o nosso máximo para assegurar os direitos dessa população. Tenho certeza absoluta que vai dar certo”, enfatiza.

O espaço, mantido pela Sedes, conta com área total de 500 m², sendo 459 m² de área construída. São oito espaços para atendimentos, almoxarifado, banheiros para beneficiários e servidores, copa e cozinha, além de uma área externa. O equipamento público, o segundo de Santa Maria, tem capacidade para atender cinco mil famílias em situação de vulnerabilidade social.

“A nova unidade é uma demanda antiga da comunidade, já que Porto Rico é uma das áreas de maior vulnerabilidade de Santa Maria. Com a instalação de mais um Cras, conseguimos aumentar o suporte e os atendimentos para os moradores dessa área, fortalecendo a rede de proteção social dessa região, além de desafogar o Cras Santa Maria e o Cras Gama, que estavam sobrecarregados. Que essa entrega transforme muitas vidas aqui em Porto Rico”, destaca a atual secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra.

Como reforçou a primeira-dama do DF, que também foi secretária de Desenvolvimento Social na gestão Ibaneis Rocha, o Cras é a porta de entrada da população de maior vulnerabilidade para os programas socioassistenciais oferecidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF). O atendimento é feito com data e horário agendados pelo telefone 156 ou pelo site da Sedes. O Cras atende famílias ou indivíduos territorialmente referenciados, que passam por situações de inseguranças, fragilidades, ausência de renda, pobreza e dificuldades de acesso aos serviços públicos.

*Com informações da Sedes