Governo do Distrito Federal
10/02/22 às 10h36 - Atualizado em 10/02/22 às 10h36

Entorno de escolas públicas limpos para receber alunos na próxima semana

Em Taguatinga e Ceilândia, equipes do GDF Presente atuam na limpeza das áreas para evitar proliferação de insetos e aumentar a segurança da comunidade escolar

 

Catarina Lima, da Agência Brasília | Edição: Rosualdo Rodrigues

A equipe do Polo Oeste II do GDF Presente, em parceria com as administrações de Taguatinga e de Ceilândia, estão fazendo a limpeza das áreas em volta das escolas para preparar as unidades de ensino para o reinício das aulas, na segunda-feira (14).

A ação chegou às proximidades da Escola Classe 42, na QNM 34, de Taguatinga, e da Escola Classe 55, na QNO 20, em Ceilândia. De acordo com o administrador de Taguatinga, Renato Andrade, também foram feitas ações nas áreas externas da Escola Classe 46 e no estacionamento do Centro de Ensino Fundamental 9.

 

Nas proximidades da Escola Classe 42, foi feito o nivelamento do terreno para a colocação de grama | Foto: Divulgação GDF Presente

“Nas proximidades da Escola Classe 42, fizemos o nivelamento do terreno para a colocação de grama. Já nas proximidades da Escola Classe 55, em Ceilândia, foram recolhidos em apenas um dia 5 mil litros de lixo. Seis trabalhadores do GDF Presente trabalharam na ação.”

“Sob determinação expressa do governador Ibaneis Rocha, realizamos ao longo do ano desde roçagem, retirada de entulho passando por serviços mais complexos com tapa-buracos e conserto de calçadas e estacionamentos. O que queremos é ver alunos voltando às suas escolas e encontrando um ambiente sadio e acolhedor”, explicou o administrador de Taguatinga, Renato Andrade.

Em Ceilândia, o administrador Fernando Fernandes, disse que a limpeza ao redor é fundamental para a segurança de toda comunidade escolar. “Nosso objetivo é que quando as aulas retornarem não haja lixo, entulhos nem insetos nos arredores das escolas”, afirma.

“Pretendemos fazer o possível para que as proximidades das escolas estejam limpas e protegidas de pragas”, frisou o administrador. Fernandes diz também que há uma parceria com a Polícia Militar para que haja reforço nas rondas ostensivas em torno das instituições de ensino, com o objetivo de afastar possíveis traficantes que possam abordar crianças e adolescentes.