Governo do Distrito Federal
17/11/22 às 9h25 - Atualizado em 17/11/22 às 9h25

DF tem mais de 80 mil doses de vacina contra influenza disponíveis

Doença causou cinco óbitos em 2022. Confira os locais de vacinação

Agência Brasília* | Edição: Carolina Lobo

A rede pública de saúde do Distrito Federal tem mais de 80 mil doses de vacina contra a influenza (gripe) disponíveis na Rede de Frio. De segunda a sexta-feira, são mais de 100 unidades básicas de saúde (UBSs) com os imunizantes à disposição de todo o público com mais de 6 meses de idade. Na maioria desses locais, o atendimento ocorre das 8h às 17h. Para se vacinar, basta levar documento de identificação e, se tiver, o cartão de vacina.

Confira aqui a lista dos locais de vacinação contra a influenza.

O imunizante disponível na rede pública protege contra os vírus H3N2, H1N1 e a cepa B do vírus da influenza | Foto: Tony Winston

“Estar imunizado com uma vacina que tem eficácia comprovada previne riscos de infecções graves, internações e morte, principalmente na população idosa”, aconselha o médico Rafael Melo de Deus, referência técnica distrital (RTD) de pneumologia da Secretaria de Saúde. De janeiro a outubro, o Distrito Federal registrou cinco óbitos causados pela influenza, sendo quatro de pessoas acima dos 70 anos e uma na faixa etária de 30 a 39 anos.

Porém, o especialista lembra que a imunização não serve apenas para evitar mortes. “A vacina não evita o quadro de gripe, ela reduz a gravidade e o tempo de sintomas”, explica. O imunizante disponível na rede pública protege contra os vírus H3N2, H1N1 e a cepa B do vírus da influenza.

O médico ressalta a segurança dos imunizantes. “Os vírus utilizados para a vacina não transmitem a doença. Eles foram preparados em laboratório apenas para auxiliar o nosso sistema imune a se defender para uma possível infecção viral no futuro. Reações adversas como febre, dores pelo corpo e dor no local da aplicação podem surgir após a aplicação, como no uso de qualquer outra vacina”, detalha. A única restrição é para quem tem alergia ao ovo de galinha.

Vacinação

Entre 4 de abril e 21 de outubro, o Distrito Federal aplicou 902 mil doses de vacinas contra influenza. Até 24 de junho, havia públicos prioritários, como professores, crianças de 6 meses a 5 anos, idosos a partir dos 60 anos e pessoas com comorbidades, entre outros grupos. A partir de 25 de junho, a vacinação foi ampliada para todas as pessoas com mais de 6 meses.

A gerente de Doenças Imunopreveníveis da Secretaria de Saúde, Renata Brandão, lembra que a vacina contra influenza pode ser tomada juntamente com a da covid-19. “Todos os grupos elegíveis para vacinação contra a covid-19 podem receber a vacina concomitantemente com qualquer outra vacina do calendário de vacinação”, afirma.

Crianças que forem atualizar o cartão vacinal, por exemplo, podem ser protegidas contra a influenza ao mesmo tempo. “Se for vacinação de rotina, a do calendário básico, desde o nascimento a criança pode receber mais de uma vacina no mesmo dia”, diz.

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF