Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/06/21 às 15h03 - Atualizado em 15/06/21 às 15h03

Começa segunda etapa de instalação dos papa-recicláveis

COMPARTILHAR

Serão 140 novos equipamentos colocados em vias públicas para receber materiais reutilizáveis da população

 

O SLU iniciou a instalação de novos papa-recicláveis pelo Distrito Federal. Nessa segunda etapa de instalação, cinco contêineres foram instalados em Arniqueira. Nessa fase a cidade receberá oito papa-recicláveis no total.

 

No contêiner azul a população pode descartar qualquer tipo de material seco, como papel, papelão, metal e plásticos. O SLU já instalou, na primeira etapa, 102 papa-recicláveis em 11 regiões administrativas.

 

No contêiner azul a população pode descartar qualquer tipo de material seco, como papel, papelão, metal e plásticos| Foto: Divulgação/SLU

 

Esta segunda etapa começa pelos lotes I e III. Ainda nesta semana, o SLU também inicia a instalação na região do Cruzeiro. Neste momento, serão atendidas as regiões de Park Way (2), Gama (6), Recanto das Emas (4), Jardim Botânico (9), Lago Sul (9), Scia (1), SIA (1), Vicente Pires (2), Riacho Fundo I (4), Riacho Fundo II (3), Núcleo Bandeirante (3), Cruzeiro (4), Sudoeste/Octogonal (18), Planaltina (14), Sobradinho I (6), Sobradinho II (6) e Fercal (2).

 

As demais regiões, também serão contempladas e a instalação deve iniciar nas próximas semanas. “O papa-reciclável é mais um equipamento para contribuir com a melhora da coleta seletiva no Distrito Federal. É mais uma opção para a população descartar corretamente os recicláveis, permitindo que eles voltem ao ciclo produtivo, evitando que esses resíduos sejam aterrados. Os equipamentos chamam a atenção, seja pela cor, pelo tamanho, e a ideia é essa mesmo. Despertar na população a mudança de hábito, para que todos façam a separação de resíduos, contribuindo para a geração de emprego e renda dos catadores, e também para o meio ambiente”, disse o presidente do SLU, Silvio de Morais.

 

A administradora de Arniqueira, Telma Rufino, agradeceu pelo investimento. “Chegou na nossa cidade o papa-reciclável. É um equipamento que certamente vai contribuir para manter a nossa cidade limpa”, declarou.

 

Nos papa-recicláveis não devem ser depositados resíduos orgânicos (como restos de comida), rejeitos, líquidos e vidros. A coleta seletiva porta-a-porta continuará sendo prestada nos locais onde o serviço já existe, mas a população poderá entregar seus resíduos secos também nestes locais, que serão implantados em pontos estratégicos e de grande circulação.

 

A coleta dos resíduos depositados nestes pontos será realizada pelas empresas prestadoras de serviço, com frequência de duas a três vezes por semana. Nos dias determinados, o caminhão recolherá os materiais recicláveis, transportando-os para as instalações de triagem e comercialização onde atuam as cooperativas de catadores. Para conferir os locais de instalação de papa-recicláveis, acesse: http://www.slu.df.gov.br/papa-reciclavel/.

 

* Com informações do SLU

AGÊNCIA BRASÍLIA* I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON