Governo do Distrito Federal
20/06/22 às 10h33 - Atualizado em 20/06/22 às 10h33

Campo sintético no Gama ganha muro contra alagamento no período de chuvas

O objetivo é que a construção funcione como uma parede de contenção e evite que água e barro escorram para a quadra, bastante usada pela comunidade

Catarina Lima, da Agência Brasília I Edição: Débora Cronemberger

Sucesso absoluto na região leste do Gama, o campo sintético de futebol recebe agora investimento em seu entorno para evitar danos ao equipamento. A administração regional concluiu esta semana um muro de arrimo, que servirá como parede de contenção para evitar que água e barro escorram para a quadra no período de chuvas. Também foi feita uma escada de acesso ao campo. O valor da obra foi de R$ 650 mil.

Muro busca evitar danos ao equipamento no período de chuvas | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

“A escada fará com que as pessoas que se dirigem ao campo não pisem na vegetação que está sendo plantada. A vegetação precisa crescer, ela serve para conter a terra”, explicou o diretor de Obras da administração regional, Gustavo Cecílio Mendes.

O professor da escolinha de futebol Estrelinha do Sul, Luiz Carlos dos Santos, disse que o campo foi aprovado pela população e caiu no gosto dos que jogam futebol no Gama. “Além da escolinha, que conta com aproximadamente 150 alunos, o espaço também é usado para treinamento dos times da segunda divisão de futebol. O campo é muito usado, seja para treinamento, seja para diversão”, destacou Luiz Carlos.

A administradora regional do Gama, Joseane Araújo, informou que, além do campo, a cidade está recebendo outros investimentos no esporte. De acordo com a gestora, estão sendo reformadas cinco quadras poliesportivas na cidade. “O investimento é de R$ 1,3 milhão. Das cinco quadras, três já estão prontas e duas, em obras”, disse a administradora. As obras contam com recursos de emenda do deputado distrital Rodrigo Delmasso.

Outra obra esportiva destacada por Joseane é a ciclovia de seis quilômetros que liga o Gama ao Catetinho. A obra já foi autorizada pelo governador Ibaneis Rocha. “Além de espaço de esporte essa ciclovia vai servir como centro de convivência e harmonia”, avaliou a administradora.