Governo do Distrito Federal
24/05/22 às 9h03 - Atualizado em 24/05/22 às 9h03

Avenida em Planaltina é restaurada com 120 toneladas de massa asfáltica

Principal via da cidade estava deteriorada devido ao tráfego de veículos pesados. Manutenção, por meio do GDF Presente, foi executada em mais de 30 pontos

Catarina Loiola, da Agência Brasília | Edição: Carolina Lobo

O GDF Presente finalizou a recuperação asfáltica da Avenida Independência, em Planaltina. Foram aplicadas cerca de 120 toneladas de massa asfáltica em mais de 30 pontos na via. A ação foi executada em seis dias ao longo de maio, em parceria com a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), que contratou a empresa HL Terraplenagem.

Avenida Independência, que soma mais de cinco quilômetros de extensão | Foto: GDF Presente

Assessor do gabinete da Administração Regional de Planaltina, Gerdo Menezes explica que, diariamente, centenas de motoristas e pedestres passam pela Avenida Independência, que soma mais de cinco quilômetros de extensão. “Há muita circulação de ônibus e outros veículos pesados, que acabam causando as deformidades e ondulações no solo”, alega. “O total de massa asfáltica usada pode parecer uma quantidade exorbitante, mas há pontos em que são usados mais de três toneladas de material”, completa Menezes.

O coordenador do Polo Norte do GDF Presente, responsável pelas ações em Planaltina, Ronaldo Alves, informa que o trabalho foi dividido em etapas. “Em resumo, após a vistoria de toda a avenida e o mapeamento dos pontos críticos, realizamos o corte do pavimento com a máquina. Depois, o requadramento do asfalto, a aplicação do piche e a cobertura com a capa asfáltica”, elucida.

Alves acrescenta que a proposta da recuperação é para que seja duradoura. “Não estamos fazendo para que semana que vem o problema apareça de novo. A ideia é que, por anos, o asfalto mantenha a qualidade. Pode ser que apareçam novas deformidades em pontos próximos, mas raramente na área recuperada”, ressalta.

Um dos beneficiados com a restauração da avenida em Planaltina foi o atendente Lucas de Oliveira, 27 anos, que trabalha em uma farmácia a poucos metros da via. “Como meu carro é baixo, era ruim passar pelas ondulações. Melhorou muito, agora dirijo com mais conforto”, conta ele, que passa pela via para ir e vir do trabalho.