Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
21/02/24 às 15h47 - Atualizado em 21/02/24 às 15h49

800 toneladas de entulho e inservíveis são recolhidas da Estrutural

Cidade recebeu ação conjunta de vários órgãos e empresas do governo que promoveram um mutirão de limpeza no fim de semana

Agência Brasília* | Edição: Débora Cronemberger

 

Oitocentas toneladas de entulho e inservíveis foram retiradas da Estrutural no fim de semana, em mutirão de limpeza e de combate à dengue que contou com 500 pessoas de órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF), como a administração regional da cidade, Novacap, Defesa Civil, Secretaria DF Legal, Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Vigilância Ambiental e Corpo de Bombeiros. Entre os maquinários, foram utilizados 40 caminhões e cinco pás carregadeiras.

 

Mutirão de limpeza na Estrutural, no sábado (17) e no domingo (18), recolheu 800 toneladas de entulho e inservíveis das ruas da cidade | Fotos: Divulgação/Administração Regional da Estrutural

Durante os dois dias de atuação, com enfoque na eliminação de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, mais de 20 estabelecimentos foram visitados pela DF Legal. Também foi feita a recuperação de vias nos bairros de Santa Luzia e Cabeceira do Valo, com a utilização de 140 toneladas de restos de construção civil (RCC).

A operação fez parte do programa emergencial de combate à dengue que o GDF está promovendo em todas as regiões administrativas (RAs). O entulho e os inservíveis retirados das ruas foram encaminhados para a unidade de recolhimento do SLU. As ações foram acompanhadas pelo secretário-executivo das Cidades, José Trinchão, e pelo secretário adjunto de Governo, Valmir Lemos, além do administrador da Estrutural, Alceu Prestes de Mattos.

Mais de 300 homens do Corpo de Bombeiros e aproximadamente 30 da Vigilância Ambiental fizeram visitas a residências, identificando e eliminando possíveis criadouros do mosquito transmissor da dengue. As visitas serviram para a identificação e aplicação de produto químico, além de conscientizar a população sobre os riscos da doença. Seis viaturas adaptadas para o fumacê percorreram o bairro Santa Luzia, a Chácara Suzano e outros setores fazendo a pulverização de veneno contra o mosquito.

A DF Legal também participou da ação, fiscalizando pontos no Setor de Oficinas e na Cidade do Automóvel. Estabelecimentos que fazem o descarte de entulho e inservíveis por vias públicas poderão receber multas de até R$ 20 mil.

De acordo com Alceu Prestes, as operações vão continuar de forma rotineira visando ao combate ao mosquito. “Mesmo antes desta operação, nós da administração regional realizamos ações que se tornaram rotina. Recolhemos aproximadamente 40 toneladas de entulho e inservíveis por dia nas vias da cidade. Isso sem contar com a parte que cabe ao SLU, que recolhe o lixo doméstico, além do serviço de varrição de ruas. Mesmo assim, parece que estamos enxugando gelo, pois a população ainda não se deu conta do desastre que a dengue pode causar. Vamos continuar com as ações de limpeza, além de trabalhar diuturnamente na conscientização dos moradores da Estrutural”.

Mattos ainda enfatizou que a participação dos moradores é fundamental nesse processo contra a dengue, fazendo a sua parte e seguindo à risca as recomendações dos órgãos de saúde: “Se os moradores adotarem o mínimo dos cuidados necessários para o combate ao mosquito transmissor da dengue, teremos um grande avanço para a erradicação da doença”.