Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/12/20 às 15h08 - Atualizado em 30/12/20 às 15h13

70 toneladas de entulho recolhidas no Paranoá

COMPARTILHAR

Trabalhos foram feitos nas ruas e áreas de transbordo da Região Administrativa

 

Foto: GDF Presente

 

O mutirão da limpeza do GDF Presente desembarcou nesta segunda-feira (28) no Paranoá e iniciou um “pente fino” nas ruas e áreas de estações de transbordo (pontos provisórios de depósito de lixo até o recolhimento final) irregulares.

 

Já no primeiro dia, o montante de lixo foi alto: 70 toneladas recolhidas entre a área verde e as quadras pares da Região Administrativa (RA), margeando a rodovia DF-001 (Estrada Parque Contorno). Três caminhões e um trator com pá-carregadeira realizaram o serviço. Os trabalhos foram comandados pelas equipes do Polo Leste do programa, da administração regional e da Novacap .

 

A avenida principal do Paranoá, e seus cerca de 3 quilômetros, também esteve no roteiro. Um caminhão-carroceria percorreu a rua retirando todo tipo de inservíveis, usualmente deixados por moradores.

 

Uma equipe de 9 pessoas, entre servidores dos órgãos e reeducandos da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap) – vinculada à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) –, foi responsável pelas duas ações.

 

“Fizemos um trabalho de conscientização, em parceria com o Serviço de Limpeza Urbana (SLU), e a questão do descarte do lixo tem melhorado bem”, explica o chefe de gabinete da Administração Regional do Paranoá, Francisco Costa.

 

“Com a equipe do polo, conseguimos recolher uma quantidade maior. É uma parceria importantíssima”, afirma. Segundo o coordenador do Polo Leste, Leandro Cardoso, essa é uma ação recorrente na região. “Apesar das placas alertando que é proibido deixar lixo, os moradores não têm respeitado. Nas áreas de transbordo, encontramos de tudo: restos de construção, animais mortos, móveis velhos etc”, destaca.

 

A área rural também foi atendida pelo mutirão com terraplanagem e ajustes em 2,5 quilômetros de estrada no Núcleo Rural Tamanduá. A via não-pavimentada liga as rodovias DF-005 e DF-015 e é muito usada pelos chacareiros para o escoamento da produção. A comunidade fica próxima ao Paranoá Parque.

 

Melhorias em Ceilândia

Em Ceilândia, equipes do Polo Leste e da administração regional fizeram a manutenção e reforma das quadras de esportes de areia na QNM 31, em Ceilândia Sul. Na semana passada, a cidade ganhou cinco novos estacionamentos ao longo da via P2 Norte. São 70 novas vagas para a população.

 

RAFAEL SECUNHO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA I EDIÇÃO: CAROLINA JARDON