Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/20 às 18h08 - Atualizado em 31/07/20 às 13h38

Serviços das administrações regionais já estão no e-GDF

COMPARTILHAR

Lançamento da nova funcionalidade do aplicativo oficial do governo foi nesta quinta-feira (30)

 

O processo de transformação digital chegou às administrações regionais. O e-GDF, aplicativo oficial do governo, agora conta com uma nova funcionalidade: o e-Cidades, que permite a abertura de requerimentos a distância e o acompanhamento dos respectivos processos. Já disponível, a tecnologia foi oficialmente lançada na manhã desta quinta-feira (30), em uma live no canal da Secretaria de Economia no YouTube.

 

O novo recurso foi desenvolvido por técnicos da Subsecretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação, da Secretaria de Economia, a pedido da Secretaria de Governo. A subsecretaria é responsável pelas redes corporativas e por toda a estrutura de tecnologia da informação do GDF (Decreto nº 40.015/2019), por isso faz a gestão do aplicativo.

 

O vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto, destacou a agilidade que a nova funcionalidade trará a cidadãos, servidores e gestores. “O e-Cidades nada mais é do que levar o nosso governo, todo o secretariado, todos os funcionários, mais próximo da população. Uma ferramenta em tempo real do que está acontecendo nas ruas para que possamos, sob a batuta do governador Ibaneis Rocha, levar respostas rápidas à população”, disse.

 

Solicitações de licenciamento para carro de som e de termo de permissão de uso para quiosques, feiras ou bancas de revista estão entre os requerimentos que antes tinham de ser feitos pessoalmente em uma das 33 administrações regionais e agora estão no e-Cidades. Com a nova funcionalidade, o cidadão também pode fazer o georreferenciamento de onde há entulho nas proximidades de casa, por exemplo. A mensagem chegará imediatamente à administração regional, que avaliará e encaminhará o problema à unidade competente.

 

A novidade facilita a vida do cidadão e dá mais transparência aos atos públicos, uma vez que o solicitante vai receber notificações sobre o andamento de sua demanda. “Além de acelerar o atendimento, essa tecnologia nos permite, com muito mais facilidade, dar retorno a fim de informar o que foi feito”, avalia o secretário de Economia, André Clemente.

 

Para o secretário de Governo, José Humberto Pires, o e-Cidades é mais um instrumento que aproxima o GDF da população: “O governo acontece na porta das pessoas; é lá que o cidadão sente se o governo está ou não atuando. Com mais esse instrumento, ele pode resolver seus problemas burocráticos e também nos ajudar na conservação, no zelo de sua rua, quadra, cidade, sem precisar se deslocar”.

 

O aplicativo

 

Aproximadamente 200 mil pessoas já baixaram o aplicativo oficial do Governo do Distrito Federal. Em constante aperfeiçoamento, vem ganhando cada vez mais recursos. Na segunda quinzena de março, por causa do isolamento para combater a disseminação do novo coronavírus, o registro de crimes como furto, agressão e ameaça passou a poder ser feito por meio do serviço Delegacia Eletrônica<https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2020/03/25/aplicativo-e-gdf-ganha-mais-recursos-em-tempos-de-isolamento/>.

 

Com o app e-GDF instalado no telefone celular, o cidadão também pode abrir e acompanhar solicitações à Ouvidoria do DF, consultar o IPVA e o IPTU, verificar o extrato do Bilhete Único e monitorar protocolos abertos nos hospitais da rede pública.

 

O uso é simples e intuitivo. O aplicativo é leve e consome pouco do pacote de dados. E as informações pessoais também estão protegidas, dentro do que está sendo proposto na futura Lei Geral de Proteção de Dados.

 

Quem já tem o e-GDF instalado só precisa fazer a atualização na respectiva loja de apps. Quem ainda não tem pode baixá-lo. O cadastro é simples, por meio do CPF. Aqueles com cadastro na plataforma do Governo Federal<https://www.gov.br/pt-br> podem usar a mesma senha para acesso ao e-GDF.

 

A integração é parte da Política de Governança Digital em órgãos e entidades da administração pública distrital, instituída pelo Decreto nº 40.253, de novembro de 2019. Desde então, o Comitê de Transformação Digital, sob a coordenação da Secretaria de Economia, vem trabalhando com os órgãos e as entidades do GDF para ampliar os serviços virtuais, melhorar o atendimento ao cidadão e aumentar a eficiência, reduzindo custos.

 

Com informações da Secretaria de Economia do DF

Fonte: Agência Brasília / Jornalista: Carolina Jardon